Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Anos 60, em Iomerê

Foto
da uma
celebração 
no pátio
da Matriz
de São Luiz Gonzaga
nos anos
60.
Foto
da festa 
na Matriz
de São Luiz Gonzaga,
na
inauguração 
do pavilhão
em 1968.
Em Iomerê
quando 
morei 
aqui..
a religiosidade 
sempre 
esteve presente.
Morava na 

rua principal,
quase em 
em frente da praça.
Nos anos 60
Iomerê
tinha não mais que mil
e duzentos habitantes
A minha infância teve
todas estas celebrações,

que existima
na vida dos habitantes, 
na
igreja,
junto as padres 
e freiras
dá a tudo 
este vínculo 
afetivo
especial.

Seminário
Padres
Freiras
Novenas,
Missas
Procissões,
Festas religiosas..
Os cantos na igreja.
A esperança...
A religiosidade
sempre 
estiveram 
presente aqui.
para mim
desde 
que estive 
morando
aqui
em 1963
A religiosidade sempre 
esteve presente
para todas as pessoas
que viviam por aqui. 
Os laços que 
todas pessoas
tinham nas
celebrações,
traziam este
sentimento 
mistico,
da massa reunida,
das pessoas 
rezando,
nas celebrações
da igreja católica.
Tudo isso modulou,
encaminhou,
a vida religiosa 
nos conventos 
locais...
pessoas,
se 
tornaram 
religiosos...
Padres

Freiras
nesta época.
A religião era 
muito vinculada
as pessoas, 
pelos
padres, 
alunos 
e cléricos
O juvenato
com as alunas
juvenistas.
Esta 
religiosidade
tão presente,
influenciou 
a vida das 
pessoas,
na 
a escola 
Frei Evaristo,
com alunos 
do seminário, 
do juvenato.
Lembranças 
de Iomerê 
lá longe 
nos anos 60.
Foto atual..

Falls XXXIII

....
Nada
Mais 
suave
que 
ver 
sombra
na
água 
rasa...
Depois 
de ver 
milhões 
de gotas, 
fluindo
rocha 
abaixo
na 
mata 
nativa.

Rebel XXX

A vida é sagrada 
e cada momento 
é precioso.
Eu cresci
Me tornei
Percebi 
quase tudo,
não tudo.
No longo
caminhar
que se vive,
é muito louco
é tudo muito
estranho.
Tudo isso faz você
real..
menos sonhador.
Desacelerei 
a necessidade 
de ser rebelde
estou a procura de 
uma mulher,
com olhar profundo 
e brilhante, 
que me olhe 
frequentemente 
com um sorriso 
discreto,
que me dê a mão 
e me convide 
pra viver... 
Sempre testo 
a realidade
com 
meus 
deliciosos 
questionamentos,
comendo 
frutas e doces da estação.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Sonhos e Imaginação

O Brasil tem
sangrado
demais...
por parasitas.
Sempre há
a oportunidade
contrapor
escrevendo
a tudo
de real
e de mau
que está ai..
neste país
verde
amarelo...

...
Todo dia
somos
hostilizados
em todos os cantos
com a corrupção
é o
temos
de pior,
os bandidos
no estado corrupto,
políticos,
uma corja
solta.
Assim tudo
que é
demais,
estragam
sonhos
e a
imaginação.
de um Brasil
melhor.

Hora de 
mudar tudo,
nós não 
somos todos 
iguais.

A musica é em outro lugar.


HORSE IN GRASS IN LA, upload feito originalmente por *...REBEL..*.
Música ainda é 
a grande 
fonte 
de alegria 

de 
ocasional 
conforto,
como 
fotos,
que vemos 
e no remetem 
a boas 
recordações 
em 
meio 
a  
"dias difíceis".
É difícil 
de imaginar..
mas ouvindo 
uma música..
num 
belo lugar..
deixa 
a gente 
leve.
Mas 
as fotos, 
estão..
aqui

as músicas 
no carro, 
no meu iPod ...
a maioria 
de músicas,
"da 
juventude 
e infância",
que ainda 
estão em 
"quantidade" 
lá.
Estar
num
"Um belo Lugar" 
é  me
imaginar 
voltando... 
e tipo de 
pensamento 
sobrevém 
com
alguns versos, 
de
algumas musicas,
elas me fazem bem
e trazem para 
lugares assim..
"Deve ter algum 
lugar ou 
alguma forma 
de sair  de onde estamos
que nos entedia
no meu fim  
de semana...
depois 
Ir a um lugar 
assim".
é exatamente 
do que precisamos 
sempre."
Lembrando do 
recadinho do Goethe: 
"Todos os dias deveríamos 
ler um bom, 
poema, 
ouvir uma linda canção, 
contemplar um 
belo quadro 
e dizer algumas 
palavras bonitas, 
então lendo em voz alta...
então hoje resolvi 
escrever isso....
Nós somos 
o que pensamos.
Tudo o que somos emerge 
com os nossos 
pensamentos.
Com os pensamentos 
fazemos 
o mundo.
dizia: "Sidartha, o Buda".
Bem eu....
não eliminaria também 
a beleza dos olhares...
nas pessoas e na natureza,
e a oportunidade 
de interpretar tudo isto..
com máximo de prazer,
que sejam 
e guiem 
a imaginação
e  
contrapor a tudo 
de real e de mau 
que está ai..
em respostas 
as hostilidades que sofremos,
assim tudo 
que é demais, 
estragam 
os sonhos 
e a 
imaginação.
paro 
por aqui..
BEM O 
QUADRO ESTA AI..
PALAVRAS 
BONITAS...
POEMAS..
TEM POR 
AI ABAIXO...
no blog 
é sem música...
Música ainda 
é em 
outro lugar.

Silk Road Fantasy II

...
Vive-se 
melhor
assim....
ouvindo 
este 
tipo de música...
navegando 
por um mundo 
imaginário,
onde há 
só há 
criaturas lindas, 
árvores,
homens,
mulheres 
e animais.
Sim. 
Ouvindo Kitaro,
Silk Road, 
ouço 
música 
além e além
disso
curto 
a natureza 
Hoje 
o mundo, 
agrada mais
se
desfrutado junto 
da natureza 
dá boas 
sensações, 
nos esperam
onde
cada um
pode
pode sentir 
melhor
sua alma..
E
das coisas que
faço,
é das  
mais 
interessantes.
O mundo hoje..
anda
se tornando 
lugar
para os 
muito apegados..
num certo 
materialismo 

consumismo exagerado..
Tudo
parece 
tão superficial,
previsível 
e trivial.
Eh 
Bom desligar...
desconectar
da vida
material.
E a música na minha vida, 
permite ir para 
mundos paralelos,
outras conexões.
Por que não ir?
A
ideia é que 
há trocas.. 
nesta conexão 
harmoniosa,
entre
natureza, 
homens,
animais 
e plantas.
O homem pode 
ali se
dividir em
suas reflexões 
e memórias.
Mas então se 
nós permitimos 
esta
conexão então
mudamos com
isso para melhor. 
Temos que 
respeitar 
a imaginação...
a reflexão.
Não queria ser 
pretensioso 
ou intelectual 
demais, 
mas nem
queria ser 
abstrato.
Quem descobre 
que há coisas 
mais interessantes 
além 
da vida ordinária
descobre-se em
algo 
prazeroso e
acessível 
a todos.
Nada é fantasia, 
nada 
não,
não precisa, 
nada precisa,
ser levado 
tão a sério. 
Alguns lugares
exprimem 
só 
sensações
e outros  
até levam ao
imaginário
e a
fantasias..
na sua estrada...

...
Na
cachoeira
e sem
sentar-me, 
só 
olhando 
e ouvindo
a  
água 
que 
caia,
comecei 
pensar 

sobre isso.

E não 
é difícil. 
Então
sem
extremos,
...
nem tudo, 
...nem 
nada, 
mas
nunca 
é o 
suficiente
para
entendermos 
e explicar 
tudo.

Falls 2018

...

transformação 
começa 
ao
chegar
e
olhar, 
entre a névoa delicada,
águas
caem,
incessantes
na
cachoeira,
o
som 
rude,
meio
ensurdecedor,
poético
relaxante.
...
Águas 
nunca 
se 
calam 
diante
da 
rocha.
Ecos
momentos,
um
ruído 
selvagem.