Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Pensar dá um baita trabalho.

Eh..isso ai...
tudo que eh 
valoroso dá trabalho,
de graça nada que presta...
Pensar dá trabalho.
Lendo os jornais 
e pensando...
e ouvindo bandas...
que me fazem graça...
Coldplay..
é a banda..
que ouço.
Bee..
Let be,
Let Bee...
sugar...
the best is eat..
É o caminho 
para continuar,
é fazer o
que uma 
abelha gosta,

que todos gostam..
ver o mundo com doçura,
discernimento e crítica.
Hoje..
leio sobre música...
ouço Gravity do Coldplay...
E fui um garoto que amava os Beatles...
mas gosto,
da maioria das coisas musicalmente 
falando,
sou quem não cede 
a modismos, 
ou
a regra é não seguir,
nenhuma moda, 
mantenho fiel
meus gostos,
músicos,
musicas 
e o pop/rock...
é 
uma profissão de fé.
Não faço parte desse mundo...
de modismo..
sou assim,
é 
minha posição 
em relação 
ao que habita
o meio musical.
Respeito quem não gosta.
Desde o começo, 
nos anos 60, 
me recuso 
a um tipo de pressão...
ouça isso que eh legal..
nada mais,
deixo sempre de lado 
modismos...
muito mais sertanejos etc...
eles
não são meus gostos nem
hoje, nem nunca. 
Meu gostos
são as celebridades 
da cultura Rock 
e algo do Pop,
folk,
por isso não aceito 
certas concessões...
foi uma espécie de subsistência..
de algo 
que toda 
hora muda...
por ingerências comerciais, mídias etc,
Primeiro..
impossível não falar..
Axis de 1967, é máximo 
na obra de James Marshall Hendrix, 
gravado em 1967 acho excelente [...]
Meus ídolos...
o T. Rex de Marc Bolan,
me lembro ao ver clips 
de 1973.
America..viveu o seu auge 
entre 1971 e 1982,
de Dewey Bunnell e Gerry Beckley..
Uriah Heep... de Byron e Box 
fizeram sucesso no início dos 70 
e Demons and Wizards
e The Magician's Birthday...
foi o auge até 1973 com disco LIVE 73
pra mim melhores álbuns ao vivo.
O rock de Seals &Crofts 
que tinha o poder de nos fazer 
viajar rumo a eras distantes...
a linda musica Summer Breeze,
era moleque, quando 
começava a comprar meus primeiros discos..
Breakfast in América 79 
disco lendário...
na voz de Roger Hodgson...
e Rick Davies[...]OUVI NOS ANOS 70..
Higway 65 deste cara eh sempre 
temerário
escolher um único disco e defini-lo como
o melhor de um artista que possui uma
obra extensa e exemplar, repleto 
de títulos excelentes.
Não irei incorrer nesse erro, 
ao menos neste caso. Entre 
os grandes álbuns lançados 
por Bob Dylan, 
um dos melhores e certamente 
boa iniciação para quem não 
o conhece [...]Genesis..
bom até a saída de Peter Gabriel em 1975...
James Taylor sempre com classe desde aos 60 hits, 
como You’ve Got a Friend.   
Physical Graffiti, 
sexto álbum do Led Zeppelin...
sempre quis ter..
pra mim um belo disco desde 
os meus dezessete anos, 
e junto vem toda banda 
desde o primeiro em...
Não sei explicar. 
Vamos, 
então, tentar entender. 
Antes de descobrir Page e companhia, 
a minha vida era regada 
a BEE GEES 
que ainda gosto..
mas o Led Zeppelin de 69...
depois vem as poor heavy metal...
or best heavy metal..
Iron etc..
Deep Purple...
bela banda..
vocalistas..
guitaristas..etc
sou fã deles até hoje..
Roger Glover..
Baixo...
seus teclados...
guitarra e Jon Lord - teclado,
Ritchie Blackmore - guitarra com riffs,
simples e fortes e solos vigorosos.
Ian Gillan - vocal da conhecida
é Smoke on the Water,
gravada em 1972...
mas eu gosto muito
de Child on Time
e
Perfect Stranger
e de David Coverdale in Burn,
em 1974 então..
eu sou...
assim continuo a ser um cara assim..
não foi como se eu tivesse sentado 
e decidido,
"resta continuar"
a ser um fã do rock de tais bandas..
no meu mais profundo...
gosto eh isso que vem..
Portanto, não tenho escolha...
tá na veia.