Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

terça-feira, 21 de julho de 2015

Rua de Porto Alegre

Eu a conheci numa festa em Porto Alegre.
É ótimo viver com alguém como ela,
e era,
porque era universitária, 
falava muito bem, 
bela e independente.
Ela era formada em Nutrição,
que era uma bela profissão
na época, como é hoje é claro,
não é o mesmo que Medicina...
eu apenas fazia pós-graduação 
Era uma grande parceira.
Acho que meu tempo lá não seria
ou poderia existir tão bem,
sem ela.
Com certeza não em Porto Alegre..
Eu ali, morava na Borges. 
perto do Viaduto,
duas quadras da rua da praia,
e a travessa dos cataventos,

era mais longe...
Mas tinha flor até no nome começava com Rose....
Sabe eu falo dos meus anos que passou
que passei com ela
Ela estava apaixonada...
Eu realmente não sei dizer.
Eu estava intelectualmente curioso,
por isso falo da rua da praia onde
via frequentemente Mario Quintana, o poeta.
Mas sobre ela com certeza,
e me sentia emocionalmente ligado a ela.
"Ela era ótima pessoa.. 
estava trabalhando no estado
e trazia seu carro junto...
no trabalho..
Eu a via na maioria dos dias da semana,
correndo de um lado a outro,
pondo a comida no fogo...
junto a cozinha..
Namoramos assim e
de alguma maneira  sentia muita atração com ela
por uma fase muito boa ficamos assim,
durante a qual ficamos assim
"tentando fazer tudo o possível com a nossa vida".
trabalhava nos fins de semana num plantão em Gravataí.
Era minha namorada..era que importava e não
não descrevê-la como o primeiro amor de minha vida,
mas hoje falaria: foi mais que uma paixão, 
Ela era parte muito intensa 
de toda a minha vida lá...
em Porto Alegre. 
Você conhece essas pessoas, simplesmente.
sendo intrinsecamente ligado a elas...

viver com ela e tocando meus projetos
Acho que eu não poderia existir sem ela.
Com certeza não viveria tão bem 
em Porto Alegre.
A vida, pouco a pouco, se tornava intensa
sempre buscando amá-la
cada dia era estar sempre impregnado,
de sua presença,  
e com
os meses a gente se torna limo,
assim
sente algo invisível que nos unia corpo e alma
e no desejo.
Sim, eu sei que se tratava de uma época,
um modo legal de viver.
Uma vida saudável.
Mas não consigo...deixar de relembrá-la
Encanta-me a persona,
que me deu seu glorioso
tempo a atenção de si mesma,
como minha vida foi legal.
Tínhamos a felicidade muito intensa...
não fomos superficiais,
viviamos culturalmente a cidade,
com seu teatro São Pedro,
a Catedral,
até do ponto de vista do Futebol
íamos junto ao Beira Rio.
felizes todos nós .
Amém