Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sábado, 26 de setembro de 2015

Minha vida

Bem até acho que minha vida
dá um livro...
Nunca tive tão em alta esta ideia.
As vezes é como uma fotografia
bela e ou estupenda..
outras sem nada a  apreciar..
 Em casa..
Ou vendo as luzes da cidade..
viajando só..
 com meu fusca amarelo,
O melhor, do  meu,
"eu",
esse personagem,
se apresenta a cada dia...
Fotos e fotos
 têm em comum essa aproximação
entre autor que faz fotos
e
o que escreve e narra..
é uma mistura  que tem seu momento
mais forte na  minha
concepção e produção literária...
"O Rebel finalmente descobriu 
o que gosta",
 sim..
Escritas de mim..
ou
diria cada um escreve de si,
Escritas do Outro...
que as vezes nos tornamos..
O meu personagem não
tem o nome do autor..
ou de parte apenas..
me apresento como Rebel
que vem do Rebellato..
meu sobrenome...
originário do Veneto nos anos
do século XIII
Sou um cara cheio de lembranças
lembranças sem fim.
Claro desde as nuances mais sutis,
ou ter pontos do passado que funciona
com um criador.
Isso é algo que se vê..
observo..
em algum lugar no passado.
Curiosamente,
o passado vem a mente..
quando estou com meus filhos 
quando estou em Iomerê antiga 
repagino meu olhar
ou o olhar que se esconde
de sob meu óculos,
tudo é mais sombrio,
 
 
 vem em geral  a mente acompanhada
de uma bela lembrança,
uma rejeição
ou recusa:
a de que os meus leitores que 
façam sua leitura..do que é apresentado.
Basta ler
 para constatar que  eu digo,
 inclusive ao narrar  fatos iguais.
"Não tenho como dizer 
algo que não seja verdadeiro,
 então é óbvio
que não estou manipulando
minha a memória.
Escritores fazem isso,
com a memória,
a imaginação,
a matriz que for..
O que está escrito
ali é verdade,
e não criação.
"O meu Céu" 
rejeito a sofisticação..
apenas um céu  azul.
Todo lugar tem possibilidade
de  ver,
 refletir,
meu blog se enquadram
no termo...introspeção.
 Mas, se significa dizer
que o sobre algo importante..
 é  a minha vida,
não.
reflete a realidade.
o é..
que há alguma arte ou literatura.
 Mas volto atrás...
sempre há exaltação do eu..
o que é isso,
você usa sua vida como base,
não cria um obstáculo, facilita.
É quando  não se confunde sua vida
com algo criado..
como fazer o que quer da memória..
escrever na primeira pessoa
não é para qualquer um.
"É muito mais arriscado.
Por conta da exposição,
da confusão,
que sempre virá.
Eu escrevo na primeira pessoa..
na segunda
 ou na terceira pessoa..
 adoro. 
A primeira pessoa tem a ver com
mais confiança ou até
 "ficar  na zona de conforto"...
introspeção..
"Acho que é isso.. escrever o que
se sente..
e o que deixa  a gente
mais confortável
em escrever.
Tudo que  se cria..
surge num momento
propício.
 "Essa postura" ,
colocar fotos
e
ao escrever..
 é oportuna.

é fundamental
e tão importante.
Foto e Texto
Rebel