Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

terça-feira, 29 de setembro de 2015

O verdadeiro encanto da vida

Felicidade,
é também a alegria
Na alegria estamos melhor...
Tudo é muito melhor..
Ser
Alegre, 
é melhor que ser triste..
Ser feliz..
viver..
mesmooooooooo, mesmo
quando a vida nos castiga...
tem que ter disso a alegria.
QUANDO EU....
era feliz...
bem..pq isso..
pq dizemos isso..
é que a felicidade chega..
só quando
nos damos conta que ela é assim
Já é a vida de adulto..somos
autônomos, respeitados
e reconhecidos
e dono do nariz...
e tudo
não é esta maravilha.
A minha infância 
ou adolescência..
era para ser mais feliz,
a vida era para feita só  
de coisas belas.. 
junto aos meus..
Algumas pessoas dizem 
que a infância..
era muitoooo
feliz da vida..
diante
de obrigações,
renúncias, 
decepções
e trabalho intenso.
Mas a vida adulta  
tem é certo alguma.. 
decepção já que a
ideia da felicidade muda..
sim..
se você é  criança ou adolescente,
a felicidade é algo inocente
para o futuro..
adulto, 
depois se dá conta que a felicidade 
é algo que já se foi..
Tenho comigo
a lembrança..
da infância 
e da adolescência 
como épocas felizes onde
a felicidade.. quase
será sempre é uma ideia 
por vir..
ou uma época da vida.
que ainda não chegou 
ou que já passou.
Dizem alguns que a felicidade 
não existe
e
que na vida, é possível, 
no máximo, 
ser alegre...mas
aproveitar a vida, 
é o que importa..
A vida
será maior se for com alegria,
muito mais do que a felicidade.
que é a alegria?
Ser alegre.. 
é também ser brincalhão.
ser alegre é gostar de viver mesmo
quando as coisas não dão certo
ou
quando a vida nos castiga...
Ser alegre..
é não ser triste..
até no luto, 
na perda, 
ou de sentar à mesa
diante de pratos,
que não são nossos preferidos
ou dos quais não gostamos,
é melhor saboreá-los 
do que tragá-los
com pressa e sem mastigar...
A riqueza da experiência 
compensa..
muitas coisas penosas.
Essa alegria, 
é de longe preferível à felicidade,
é reconhecível 
sobretudo no exercício
da memória, 
quando olhamos para trás
e narramos nossa vida 
para quem quiser
ouvir ou para nós mesmos.
Pois é,
para quem consegue ser alegre,
a lembrança do passado sempre
tem um encanto
que justifica a vida.
Tento explicar melhor.
Não é preciso..
que cada evento da vida
nos prepare ao seguinte.
Justificar a vida, 
pelo ineditismo de cada momento 
onde
bastam as experiências..
boas e ruins, que na vida 
aparecem que nos dão uma
condição...
de vivê-las plenamente.
Ora, nossa alegria 
encanta o mundo,
justamente, porque nela enxergamos
melhor
e nos permite sentir o que há de
extraordinário 
na vida de cada dia, 
como a vida é.
É óbvio que não consegui explicar
o que são desde
a alegria e o encanto da vida.
Talvez  possam apenas ser mostrados
de quem viveu com  
um pouco de alegria
e, portanto, vivida com
um pouco 
no encantamento.

Andam por aí (e pelas telas..
pinturas, fotos),
aparentemente,
eles nos ajudam a reencantar o mundo.
Ótimo, mas, para reencantar o mundo,
não precisamos de intervenções sobrenaturais.
Para reencantar o mundo,
é suficiente apenas descobrir,
que o verdadeiro
encanto da vida
é a vida mesmo.