Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sábado, 15 de outubro de 2016

Está vida é um mistério

A umidade na larga varanda..
A claridade é pouca,
O céu enegrecido
O ruído estridente dos
pingos que caem
Se misturam,
Som da chuva 
e do vento,
Vento que às vezes sopra forte,
vira ventania...por minutos
como um anúncio de temporal...
Chove forte
como que desperta a alma
No chão da varanda,
A cuia  e a bomba.
Junto
me dou conta que sou um
homem mais acostumado  
as tardes mirando
o horizonte avermelhado 
com o dourado do Sol,
Como que envaidecido
sempre ali sou um cara 
que permanece imóvel,
mas passado os momentos,
sinto diante o que  se anunciava,
a chuva e o vento..
tudo foi breve
Logo vejo... ser só uma chuva 
que foi embora
num tempo breve

lentamente, 
olho para as paredes nuas
na minha pequena cobertura....
Muita coisa passa na minha mente
Sou um homem solitário...
diante do tempo bravio..
ou mesmo quando que se acalma...
Chega ao momento que, 
os  ruídos da chuva já cessaram...
Sinto na já escura tarde,
que o temporal já passou longe
Pego a cuia e começo a degustar.
O chimarrão
o mate e a bomba
que me arde a boca.
A cobertura no alto para a rua
da cidade Catarina. 
Muita coisa passa na mente do que já 
acontecera na vida.. 
Olhar do ALTO no horizonte..
trazem saudades do lugar em que nasci 
mas foi onde cresci habituei 
a olhar para longe, 
e olhar sempre para mais  longe. 
Tenho  sempre esta 
A  CADA DIA,
uma perspectiva, 
quase cruel. 
Já não há o pasto verde, 
do tempo do interior
Não há mais...
MUITO DO 
QUE HAVIA NA FAZENDA
há apenas prédios
ruas e avenidas molhadas da chuva da tarde.
Olho o horizonte 
o Sol, afinal, 
hoje não foi de forma, comum.
Assim encaro meu  fim de tarde
A surpresa, 
A VASTIDÃO DA ESCURIDÃO 
NO HORIZONTE..
 agora sem temporal.