Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Sombras de um belo passado..

"Sombras de um belo passado"..
Não é uma autobiográfica.
Mas sim algo relacionado 
aos anos
em que vivi em Iomerê.
Eu gosto muito da cidade 
"Entre Videira e Pinheiro Preto
está Iomerê". ..
Geograficamente 
e na minha vida sentimental...
momentos deliciosos 
da minha vida passei lá..
que vida...era.
Foi lá um momento mágico 
da vida...
levei a vida de coroinha do 
Padre Gemelli,  
Tropeiro...seminarista....
açougueiro etc.... 
"Grande Gestos 
de bondade de amigos 
eu tive lá",
me fizeram alçar voo....
de Iomerê para Curitiba.
responsável
das minhas 
mais bem sucedidas..
mudanças de rumo,
Iomerê com mil habitantes.. 
fui morar a cidade Curitiba, 
com 300 mil, 
em 1972.
Era um momento duro, 
o Brasil da ditadura, mas a vida 
para mim, 
mudou muito, 
melhorou muito.
Fui de Iomerê, para
Curitiba...
o melhor colégio, 
uma bela casa, 
cinemas, esportes etc..
Havia uma difícil relação 
com meu m pai...
de quem cuido 
e observo o 
que digo
para evitar um mal-entendido 
com meu passado..
Mas as vezes tudo se resolve com
uma explosão de risadas:
"Depois de tantos anos", 
não pude deixar de rir...
as vezes,
isso ajuda a evitar os..
ressentimentos 
e certas artimanhas
e certas..
reminiscências do passado
digamos somem assim.
Examinando..pessoas que
se surpreenderam com
a mudança minha para
Curitiba, muito deles 
me acompanharam.
Quando eu volto a Iomere..
vez por outra ou um após o outro,
momento, os semblantes à minha volta
se iluminam e desatam em risadas.
Nos rostos das  mulheres e dos homens,
uma centena de delicadas rugas,
que franzem suas faces e queixos..
a cada risada,
sinal que  o tempo é implacável
e são cicatrizes deixadas pela
batalha da vida, mas traços que
aprecem com muitos risos,
e belas lembranças".
Por fim, no último relato, 
relembra ontem na saída de Caçador,
meus tempos de Tropeiro,



 nos  anos 70 e 71,
vendo um capataz da Fazenda do Pedrão
ou Pedro Melo,
no Horizonte, que o tempo  teima em
não deixar para trás...
e um Tal de Joimir um capataz da foto


A fazenda Rozeira, com z,
será rememorada
em breve para que ELA readquira 
contornos um tanto mitificados
na minha mente,
" do seu Rio  azul e límpido 
e de sua Relva úmida"
traz bons momentos dessa
"existência estranhamente real,
liga o passado, 
meu presente,
meu futuro".