Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

segunda-feira, 27 de julho de 2015

O inferno está cheio.

Na minha concepção de pensamento,
Sem dúvida..
De mentirosos o inferno está cheio..
a mentira não pode ajudar um país..
meu princípio..não mentir. 
Mas é irrelevante 
agora lembrar que os petistas, 
mentiram...
eu e os meus
Limões na crise..
Enfim  há problemas  sem solução,
no momento e é ruim na economia.
Quem sobrevive já não é o mais forte,
ou nem o mais inteligente...
é quem se adapta mais rápido..
O mundo mudou 
até para aos mais inteligentes.
Subindo a água, energia,
nos custos da vida..
Ideologia...
Economia política.
E os   desequilíbrios 
num gasto público crescente..
Contabilidade criativa e, mais recentemente, 
pedaladas e o rombo da Petrobras.
E a hipertrofia dos bancos públicos..
vulgo pedaladas..nos empréstimos do Tesouro à CEF, 
ao BB e ao BNDES 
de mais de R$ 350 bilhões e a
da desastrada intervenção no setor elétrico etc.
E vejo verdade no The Economist" 
O Brasil tem problemas foram autoinfligidos.
Bom do PT só quando Palocci herdou do Malan  
e tudo estava funcionando bem.
Veio os intelectuais e economistas petistas...
agora se sabe, que as
boas intenções deixaram o inferno cheio deles.
O inferno é o Brasil.
Mas o que pesou na ruidosa escolha 
foi a ideologia.
Voltou a velha conhecida inflação.
Com os reajustes de energia, combustíveis e alimentos..
queda da renda média familiar,
a maior redução no rendimento do brasileiro em 11 anos.
Agora não há mais o que dizer,
isso é a verdade,
é nada inocente, 
continuam prejudicar a gente...
continuam nos prejudicar-nos no imenso território 
do estado e do governo...
que vivem mentindo.
Ideologia ou economia política?
De olhos colados no celular,
Vendo o Bolshoi..
Conectado..
disponível 
e on-line.
Sem outras implicações.
Smart a vida..
Como o povo brasileiro cheio de tecnologia...
sem absorver o conhecimento.
Lendo
Tolstói,  
pergunto,
como o povo sem uma visão minimamente crítica 
do Brasil elegeu a Dilma.. que estes  não reclamem.
Agora temos tudo...povo.
Cheios de inflação e dívidas.
E sem consumir eis o retrato das famílias...
Sem inspiração morre minha causa,
minha esperança,
minha alma...
Vou passear com os meus olhos, Tristes. 
Se vem, não percebem..
Alimentar. 
Esperanças..
minhas puras gotas destiladas 
numa  noite sem fim. 
ou num filme de terror sem fim..
Eterno.
Verdade. 
Viver é especialíssimo. 
Dizer a verdade,
não é uma obviedade como aparenta.
Sem superavit primário
com risco da solvência..diante de um
longo do semestre..
Me dá um ópio.
O diabo mora nos detalhes....
ou no inferno.
Aos infernos que nos deixou assim.
Meu caminho é em cada manhã, 
não procure saber onde estou, meu destino não é de ninguém, e eu não deixo meus passos no chão. 
Se você não entende, não vê, de K. Zambianchi, o sábio.
ando trêmulo, 
esfrio, dá a impressão 
que aqui no Brasil 
findam 
meus sonhos.
Talvez amanhã serei feliz.
Ah..com certeza, amanhã serei feliz...
Espero sempre viver amanhã..
longe do fogo num dia frio...
ou será que amanhã é quente...

Words
Photo 
Rebel.