Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Rain's Day.

Apesar do frio...
da chuva...
vejo 
o pássaro imóvel 
no fio..
sento 
e sinto o clima,
frio..
que as vezes, 
reflete no olhar, 
no frio, no pássaro
que move-se 
as vezes,
arrepiado.....
Bem num tempo assim,
é bom curtir 
o momento 
para ficar,
em casa...
ficar espiando internamente...
Vendo 
a chuva cair....
Escrever em tempos feios, cinzento,
só com uma dose de conhaque 
e um charuto.
Já sei..que uma infância feliz que foi, 
um dia cinzento como que está 
hoje, 
nada tem destas matizes tristes,
mesmo com olhar, do dia,
que carrego.. 
nada neutraliza algo do hoje.
Há em mim um desencantamento,
como o mundo moderno, 
ou contemporâneo, 
nos frutos que observo,
na natureza cambaleante do ser humano, 
que beiram o "absurdo" 
e se o planeta não passasse..
desta esférica bola, 
cheio de gente de todas a matizes, 
os bons e da gente 
suja e problemática,
ser feliz, aqui..
acho que as fotos que mostro, 
é fruto da minha teimosia..
bem nem que seja só
por um dia e basta...
ai vem outro dia...
quem gosta de ecologia 
sente  vendo o pássaro na chuva arrepiado...
há um desconforto...
com o jeito da maioria,
neste ser e estar aqui...
que poderia fazer, 

e se fazer muito,
para eliminar estes 
"desconfortos", 
meus, 
e do planeta.
Sei se pela profissão,
ou pela fotografia, 
talvez pela vida mesmo... 
não gostamos de repetir certas experiências... 
isso, talvez,
nos torne mais racionais
e nas emoções guardadas para os filhos,

e assim desiludido,
então não mais arrisco...
é onde há um acúmulo de emoções... 

se há emoções ausentes,
faz sentir o vazio... 
talvez é o que esteja acontecendo.
Neste frio e cinzento, me arrisco a ser feliz com a bela foto.
Mas..
Se não arriscamos,
dizia Goethe..amar de menos...
arriscamos e isso nos deixa infelizes.
Como é complexa a explicação 

de tudo isso...
só em tudo vêm as opções, 
as nossas escolhas
há quem escolha viver 

entregando-se 
às "emoções" voltadas 
para o simples e puro prazer
há quem escolha 

não arriscar  sem 
entregar-se as emoções
ambos correm riscos
Complexo tento ir a lugar comum...

o jardim,
assim,  sinto  
nas conexões entre 
o ser humano e a flor....
a complexidade está na entrega 

e não na condição.
O pensar,
é só uma condição ... 
uma condição que em algumas vezes 
nos põem de frente com nós mesmos
e é aí que nos damos conta de 

quantas anda nossa vida!!!!!!!!!
se te alivia saber, 

sabe que isso passa!!
Um susto é temporário
Bom..já me...satisfaz imaginar 
que possa sentir uma energia...
por pura emoção de dar um abraço e sentir o calor...
de alguém...distante agora.
Talvez minha satisfação está imaginar e querer abraçar quem sempre desejei...hoje....uau
é isso que desejo..ou pelo menos é isso..

uma verdade....de mim....
dentro da minha "racionalidade", 

nesta emoção que passo
e que passa...
sabe..pessoas passam 

ou passaram na nossa vida...
há varias formas de sentir..elas..
sabe o que penso...
o que me impede de ser mais claro..

talvez por falta de inspiração
sabe..apesar de  falar ... 

sobre tantas coisas...
levar alguém para cama..logo é um objetivo...
em suma pode ser dentro 
de um contexto de cumplicidade...
carinho afeto...
mas há hoje em dia uma uma ampla fluidez no amor 
e no sexo, que contrasta com a fixidez do passado...
quando era jovem... 
O amor está a tornar-se "líquido", todo mundo está sendo levado a inventar seu próprio "style", 
a assumir a sua modalidade de gozo e modo de amar.
há milhares de possibilidades de sensações 

a serem desfrutadas entre duas pessoas... 
desde um simples olhar um beijos..um abraço..e por ai..vai...receios...do depois...onde podemos chegar...
Há sensações a serem desfrutadas s

em prejuízo algum para que esta com nós 
ou para nós mesmos.
Sabe... vamos fazer uma coisa?
Não vou mais "atormentar"..

mais com isso..a noite tá fria..
e vai acabar assim....
sem teus abraços,
sem teus afetos...
Sério, não vou gastar mais minhas 

energia 
em meus pensamentos com isso..
Eh...vamos até certo ponto em tudo imaginamos,
até que escrevemos...
E mais não podemos 
dizer tudo,
porque mais não sabemos....
temos limite...
Sobre determinados assuntos...
sobram explicações, 
seguem faltando explicações 
em outras...