Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Um momento.

Ontem viajando me fez pensar, 
Muito.
Vendo este lago...
não morava num lugar tão belo como a foto..
Lembrei dos anos 70,
Havia comigo...

uma ideia,
numa fase da juventude inquieta, 
que queria suas próprias coisas,
um grito de liberdade desde a música e a roupa..
uma certa inconsequência 
nas suas próprias regras...
até a falta delas.
TINHA A GUERRA DO VIETNÃ, 
AQUI OS ANOS DE CHUMBO...
MILITARES
Na política, crise permanente...
EXILADOS ETC...
No rock, 
o LED ENCLAUSURADO, 
ASSIM COMO PINK FLOYD 
gigantes..
históricos fechados em suas mansões, 
se lixando para o público que os sustentava.
Mas era e  foi assim mesmo..que viveu dirá..isso
Não  se enxergava a revolução no Rock 
e já vinha punk,
os Hippies, que  vi nascer de muito perto.
mas muita coisa longe é melhor que perto.
Na verdade, a própria época é turbulência...
muita coisa deixada um pouco de lado..aqui.
Bem, 
Deixa eu escrever antes que eu me esqueça,
acordei repetindo um sonho pra não deixá-lo fugir...
Quando estou triste, ou saudosista, às vezes 
me vem na cabeça a melodia de alguma música. 
Sem perceber, começo a cantarolar o verso 
e ele sempre traduz o que estou sentido
Ai.
Voltando pra casa, de Ideia
um crepúsculo do  sábado de sol maravilhoso, 
um fim de tarde, que eu adoro, ao ar livre, 
sol na pele, no corpo sentindo o movimento.
Pois bem, eu fotografando..que faço sempre..
Saiu esta bela Foto que me lembrou tudo isso..
Como é que se fala de uma coisa que, 
ao mesmo tempo, sei que não vai ter solução, 
não vai voltar atrás, 
que não adianta reclamar..é só saudades.
Uma estrada gostosa..um roteiro lindo 
no fim e um lado e logo eucaliptos, 
só com casas doutro lado e asfalto lisinho, 
com uma inclinação suave o suficiente 
para ser perfeita para sentir  e andar 
de tarde e fazer fotos..
É, eu tenho 50 anos e ando assim ainda.
Mas só neste lago.
Longe de casa, sol gostoso, poucos carros 
passando, nossa...
O vento no rosto, o asfalto..
o céu passando sobre o teto solar 
do carro, 
o corpo em perfeita harmonia, 
a até no fim da viagem...










Brilho meu na Cozinha.

Cozinhar e só...simples.
Não cozinheiro precisa pensar...
ACHO...
Trabalho manual. 
Cozinhar 
tem por baixo uma filosofia..
Assar um frango..
File mignon grelhado
Panelas..
trabalhar com as mãos, 
mão na massa por inteiro..
mas um impulso básico,
vontade de fazer..comida e boa.
Culinária..inteligência,
a mão e a cabeça, 
mente  e corpo 
a relação óbvia
Fome...
Pegar..
cheirar, 
sentir o gosto,
provar cru,
sentir o cheiro,
imaginar, 
sentir o gosto,
o prato pronto...
cozinhar. 
Cada um do seu jeito...
A comida gostosa...
a imaginação...
a improvisação,
colher, 
garfo, 
faca...
adequadas,
inventar ferramentas...
até o resultado..
e ai que nos satisfaça.
Nada repetitivo e automático..
precisa inventar.
Cozinhar, onde
há um mundo que vem cru.. 
e acaba cozido e gostoso.
O mundo da natureza,
que nós seres humanos..
no ato de cozinhar...
geramos a comida...
Habilidade manual..
de outras atividades..
ajudam,
a pintura, a fotogarafia e 
gostar das cores, 
física e o calor,
química e o pH  sal, pimenta e as reações, 
música para a sensibilidade, 
a leitura,
a dança..claro
por que não..
A foto..em Porto Alegre..
vida simples....

Lazer.

Há um provérbio bíblico 
que diz que o caminho do preguiçoso 
é cercado de espinhos. 
Não vejo razão para fazermos 
distinção entre o trabalho e o descanso. 
É sempre possível sentir 
que estamos fazendo as duas coisas....
sem sacrifícios.
Um cara que reavalia os rumos de sua vida...
precisa de lazer..
para identificar as correções.
SERÁ tênue a distinção entre trabalho 
e tempo livre. 
Cada vez mais, ambos irão convergir. 
Há razões para essa minha afirmação... 
o trabalho físico, 
será função cada vez mais das máquinas 
deixando ao homem a atividade intelectual 
e esta, por sua própria natureza, 
é exercida em período integral. 
Nunca cessamos de pensar, onde quer que estejamos. Outra é que, já hoje, pessoas criativas e laboriosas, não contentes apenas em tornar prazerosas suas horas de trabalho, estão tornando produtivos os seus momentos de lazer. 
Muitas das atividades paralelas que iniciamos 
na vida têm a finalidade de nos relaxar, e algumas se transformam em hobbies. 
O lazer pode e deve completar-se como 
um fator de bem-estar e de preservação 
da saúde mental e física das pessoas...
Promovendo o conhecimento da fauna 
e flora e história local, estimulando 
a valorização e a conservação do meio ambiente.
Outra coisa que vc ter um sitio é que onde ideias concebidas para o lazer e a sua satisfação de gerem receita em lugar de despesa. 
O mesmo raciocínio se aplica à criação de pequenos animais, ao cultivo de flores e frutas e ao incentivo ao ecoturismo, alternativas produtivas que, quando tratadas profissionalmente, oferecem a gente momentos de aprendizado decorrentes do convívio com a natureza e de fruição de algo insuperável em sua capacidade de nos fazer mais compreensivos, mais pacientes, mais sábios. Não se deve dissipar os momentos de lazer em ócio improdutivo. 
Ocupemos nosso tempo vago em ações prazerosas que criem riqueza interior acima de tudo mas tb tenha viabilidade a longo prazo.

domingo, 30 de agosto de 2015

Sou um homem comum.

Penso, enfim, 
sozinho,
tomando café da manhã,
sonhando com um amor
que ainda não existe,
com uma família 
que desabou... 

com um sucesso meu
efêmero ou não, 
o vento que sopra
na janela...
A aurora,
prenuncia..um belo dia..
Imerso na minha solidão.
O que falta em mim,

pois eh..

um homem 
que venceu,
maduro, 
na vida equivale, 
no imaginário de uma mulher, 

um ser flambado em ouro...

Há pouco era 
um homem nu 

dormindo só, 
na cama...

Deve ter algo errado comigo..

será por medo,
Sera o que está por trás
de todo ser...assim.
Até que é o que sei 
sou dos mais seguros
e comportados
Deveria continuar a morar
na minha 
casinha a beira rio
e
com a companhia das bananeiras.
"Hoje só me interessa coisas
de um homem comum e o
que as pessoas comuns vivem".
Como isso implica muita coisa,
não me interessa mais,
não é me esconder atrás de nada,
nem pra negar minha insegurança. 
Há muitas pessoas certinhas 
por ai
isso quer dizer 
são pessoas inseguras,
evitam mudar o cabelo ,
o tipo de sapato,
a roupa da moda,
tudo muito,
mas sempre,
estão muito parecido aos outros..
lhe dá mais segurança..
ser igual isso....
pois
ser diferente não há isso,
então ai se
escondem atrás disso,
chamado moda, ou tendência,
porque não são capazes
de falar em primeira pessoa.
Medrosos e pouco criativos,
levam a vida assim,
sempre cheios de medo,
e medos da opinião dos outros
ou dos amigos ou inimigos e 
o que importa é
o  ser parte da boiada
e do aniquilamento
da individualidade
Meus desafetos que
me perdoem
sou muito comum 
e
falo na primeira pessoa
sempre que posso.
Reconheço minhas falhas 
e culpas,
minha máxima culpa: 
tenho dado
razão, pra pensar assim.
Quando um ser é chamado
por um subalterno de "sir":
 "Don't call me sir, I work for living"
(não me chame de "sir",
eu trabalho pra sobreviver).
Esse não é o meu caso, 
sou  um ser que vive,
as vezes de uma 
catarse 
e brasileiro embora goste
e tenha cidadania Italiana,
do meu Avô Silvio, entre tantos,
que veio pra cá 
e aqui se virou como
pode, 
deixou um legado lidando com
medos e crises repetidas
na primeira guerra e segunda,
com autoestima média,
foi um longo do caminho...
até a mim...
sempre penso nele quando
vou a Tangará...
vou ao Cemitério, 
no seu túmulo.
Como todo mortal, 
faço o que posso
diante da opacidade 
do mundo
e da mentira geral 
que permeia
a ordem das coisas.
Mas não sou um pessimista.
Existe a beleza 
e a generosidade
no mundo,
elas se misturam a tudo mais,
como o ouro, 
se mistura ao lixo,
à lama e 
à violência do garimpo.
O próprio fato 
de que hoje 
estou
aqui falando isso, 
é a prova cabal
de que não posso 
negar a felicidade
e o sucesso que existem....
como
possibilidade 
na vida dos homens comuns.
Tá bom..
dizer umas boas coisas 
da minha vida,
mas 
fiquei um bom tempo,
sem sonhar com mulheres
aquelas cantadas por Caetano..
do Caetano 
Fonte de mel
Nos olhos de gueixa
Kabuki, máscara
Choque entre o azul
E o cacho de acácias
Luz das acácias
Você é mãe do sol
A sua coisa é toda tão certa
Beleza esperta

e sobre pôsteres do Che Guevara..
nunca tive..
Mulheres reais ainda são 
as melhores amantes.
Não sei,
qual é,
" a melhor" 
de algumas de fêmeas dadivosas 
que em enchia de prazer... 
e de dizer "foi bom para ti..". 
Quem nunca viveu algo parecido...
Se uma paixão depois,

nos maltrata, 
nos escraviza é, 
por alguma razão obscura, 
essa é uma das partes 
não,
mais fascinantes da vida..
Hoje, sei que estava 
muito mais fascinado 
por aquela mulher,
em ser aquele homem poderoso 
ao tê-la...
Se ficou
indignada
será que não entende..

este papo...
é que não compactuo com a repressão
que hoje tende a destruir 
o pensamento
livre.
Mas não pense que, por isso,
acredito
que esteja "construindo
um mundo melhor".
Como dizia um amigo meu, 
filho médico de 26 anos: 
eramos colegas.. 
"O sofrimento é.
algo que se repete,
constante, 
sai de um lugar, 
aparece em outro".
O fato de não compactuar 
com a mentira do bom-mocismo 
é, em mim, 
uma condição quase fisiológica,
sai como um grito 
de horror incontrolável.
Não é uma virtude, é um vício.
É uma dor que pede alívio imediato.
Quer exemplos de máximas 
que me fazem urrar de dor..
"Todos os homens são iguais e legais",
"não diga coisas que façam as pessoas desacreditarem 
nisso ou em si mesmas",
 "o mal está por ai não 
há como negar 
é uma constante da natureza humana",
 "não existem culturas melhores do que outras", 
 "as mulheres são  
e estão solitárias em suas carreiras profissionais bem-sucedidas",
"os homens modernos não sentem
que são manipulados 
pelas mulheres,
agora emancipadas,
mas que continuem 
a fazer chantagens emocionais
como suas avós faziam
pra submetê-los a sua 
vontade dominadora",
"a natureza é uma mãe".
não é igual a dizer, mãe do sol.
O que falta em mim não é o medo
que está 
por trás de todos
uma unanimidade.
Não tenho medo 
que usem algo 
contra mim.. 
Nada.
Não sou nada,
como todo brasileiro, 
sou uma exceção
não sou uma mistura de europeu, 
índio e negro.
Sou apenas Europeu..
nascido aqui...
é não é a terra que conta...
em ser ou não ser.
Como todo mundo, 
tenho alguns preconceitos
e quem diz que não 
os têm 
são os verdadeiros preconceituosos.
Vou continuar a tentar,
ter a minha 
liberdade de pensamento,
mesmo que forças opostas 
me digam o contrário.
Se existe alguma  mediocridade,
tô longe 
dentro do meu silêncio 
e do meu medo.
Quando falo que sou...
um homem comum,
penso no homem comum do livro
"O Homem Comum", de Philip Roth.
Penso naquele homem 
ou naquela mulher
que, quando vai ao cemitério
e vê um caixão baixando ao solo,
inevitavelmente sente um frio,
na barriga 
e um desespero na alma.
Penso naquela mulher 
que se vê abandonada,
depois de anos de dedicação 
a um homem
só porque chegou aos 40 anos
porque não tem mais 
aquelas curvas,
ou não consegue mais 
sorrir tão fácil.
Penso naquele homem 
que sabe que
sua vida está pendurada
por uma corda,
que aperta seu pescoço
cada vez que 
os juros do seu cartão
de crédito sobem.
Penso naquele idoso 
que não vê
mais seus filhos
porque envelheceu pobre...
vou continuar,
pensando,
aqui,
na minha casinha,
no mato e cheia de natureza
no meio do mato...

Searching for the light

OLDER HOUSE
Quem pensa conhecer o futuro,
talvez seja interessante rever
a nossa capacidade de previsão.
"os homens não podem conhecer o futuro...
a não ser por revelação Divina".
Parece pouco provável que Deus escolha 
a mim para fazê-lo!
Previsões para amanhã 
só para 
os mais refinados 
e bem apetrechados ...
Reconhecer o fato, 
de imaginar algo melhor 
que hoje, é um antídoto 
contra um certo pessimismo...do Brasil.
Não há razão para deixar de ambicionar...
algo melhor. 
A verdade é que amanhã aqui,
será o que formos capazes de fazer dele...
mas o Brasil..nada se pode..
aqui até o passado,
são as maravilhas...

o futuro em Cuba,
Venezuela..
O BNDES..
O tempo mostra 
que os Estados Unidos estavam certos...
no capitalismo liberal...
"Grandes verdades se comunicam através do silêncio."...

E este inverno pode ser longo

Não é exatamente no som de uma auto estrada..
que ouço a musica Autoban 
sem que seja interrompida, 
depois mudo para Trans Europe Express
quando ouço a chuva cair, 
que se dissolve pelas lajes da varanda.
A Autoban são nomes de freeway, 
que percorrem sul e norte, 
leste e oeste da paisagem alemã.
Ao som do Kraftwerk, sinto este dia cinzento,
vendo que o Brasil que passa num filme...
de terror..no longo inverno de 
 temperaturas aqui raramente 
caem abaixo de zero, mas anda frio, 
ainda que não seja extremo, dura dias..

Do lado de fora, mesmo de manhã, 
ouvem-se não de muito longe os automóveis na rua.
Um ruído incessante de fundo,, 
como ruídos que vem de Brasília
confundindo-me com os sons chuva....

THE BRIGHT SIDE THE MOON


THE BRIGHT SIDE THE MOON, upload feito originalmente por *...REBEL..*.
Ah a lua..
Tão alto..na montanha
Quando sob luar
Amantes esquecem
ternamente o tempo,  
Tua presença
teu olhar, 
teus lábios
A noite...
a magia, 
o encanto
A lua cheia de brilho..
Parece sorrir.
Tudo atraído..
com se fosse levitar em seu braços,
Tinha algo assim a me atrair.
Olhando a lua...
Lembro de nós.
A noite em Poa.
lembras
Que doce lua
que doce os beijos.
Me envolvia como uma abelha
a sentir teu mel
Quando lhe falei.
Amor..e sentia
Naqueles olhos..
Quando tocava seus cabelos.
É como era lindo te acariciar
Sentir as mechas do cabelo
Negros e sensíveis,
uma pura seda.
Via nos seus olhos,
reluzia meiga em seu olhar.
Codifica os nossos belos e profundos sentimentos.
Numa palavra, murmurava
refletia o carinho que  só habitava em ti.
E tuas mãos macias a me tocar.
Fez-me sentir..mais linda...
A lua então,
no seu lado luminoso na noite.

sábado, 29 de agosto de 2015

In the evening


In the evening, upload feito originalmente por *...REBEL..*.
Sem esquecer que:
"Para os erros, há perdão,
Para os fracassos, há chances.
Para os amores impossíveis, 
tempo"
E, mais importante, 
coragem.
Por que, 
Quando alguém encontra 
seu caminho,
precisa ter coragem suficiente 
para dar passos
SEGUINTES...
As decepções, 
as derrotas, 
o desânimo 
são ferramentas
que podemos utilizar 
para prosseguir 
na estrada.
Pense nisso...

And then I looked up at the sun II.

Estou aqui ...
em Floripa....
vi o sol agora,
onde passo o fim de semana...
aqui em Canasvieiras...
Na praia não há como a vida ser vazia...
Tem as pessoas, 
o sol, 
um passeio pela orla..
isso..para mim é simples..
meu dia a dia...
a maioria das pessoas 
nem valoriza tudo junto a natureza..
prefere 
uma passada no shopping...
eu curto momentos de contemplação, 
diante e belezas naturais..
como o pôr do sol 
a aurora,
movimentos das ondas do mar...
a espuma flutuante na orla..
um barco passando tudo tem a ver..
Claro ....estava vendo esta foto..
o humor fica legal neste clima,
a gente se movimenta 
e tem um corpo legal, 
compatível.. 
pela atividade física e seu cuidados....
evidente que quem tem...ou cultua bons hábitos de saúde..física e mental..
e deixa a impressão de pessoa super..
muito....energética...
Ai tua sua auto estima é  boa....
é um um papo modesto e inteligente 
e bem humorado  da minha vida aqui...
é algo que me deixaria sorrindo e feliz 
por reencontrar, ter este lugar de volta. 
Sabe...que pessoas comuns são assim e  felizmente posso encontrar..
na rua no bairro... 
na minha volta  na...
caminhada e bike pelo bairro, 
bem distante do centro...para dar um abraço caloroso...
dar um oi..a um amigo.
Bem a minha vida não esta diferente do que 
você conhece..senão ..escrevo um pouco..
do momento,
escrevo..
ao som de música(Credence)....
sabes que adoro..escrever e ler...
e também....gosto de momentos..
solitários(diariamente) deixo de voar a imaginação,
escrevo o desta forma..as vezes....
fico de olhos fechados...na varanda..na rede...
sem escrever uma palavra..vou refletindo...
me ..me inspirando sobre..pessoas...lugares..meus..desejos..aventuras..coisas imaginárias..passo por praias.. 
desertos, selvas e florestas..por que não em cidades é...
só cultuo a expressão do meus desejos..que fluem neste clima...sempre aliado em em boa companhia da natureza e animais...etc...relembro..mentalmente...
de cor lugares...paisagens que serão sempre bonitas.. se despertam no mundo...... o bonito assim nunca cai de moda.
O contato com a natureza para mim são importantes momentos....somos nós um pouco mais exigente que a maioria que nosso encontro não foi uma questão de sorte....mas uma exigência por sermos pessoas diferenciadas que não e contentam com o comum.
Sou 
um ser...verdadeiramente emotivo..
Escrevo porque 
gosto de  compartilhar emoções..
Emoções..
assim assim..
levo a pensar 
que a  gente 
nunca ficará sozinho...
assim acontece a vida,
sempre tem coisas férteis,
talvez neste momento,
escrevendo o que esteja 
em sua mente,
na minha mente...
não tão perto.. 
e nada mais importe 
além disso,
já poderia ter sido..ou ser....
algo assim.
Words
Rebel.