Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

domingo, 16 de agosto de 2015

Um herói

Quem é um herói..
Na vida real, 
somos todos seres humanos
na sua mais pura contradição.
Segundo Thomas Carlyle,
o ensaísta e historiador escocês do século 19,
heróis são grandes homens com enorme carisma, 
que deixam sua marca na história.
Neste sentido, tanto Shakespeare quanto Napoleão foram heróis.
Por outro lado, os dicionários definem um herói como sendo uma pessoa que realiza um ato excepcional..
um que não seja exigido dela e a um grande risco pessoal..
em benefício de outros.
Salvar as vidas é tarefa de um herói..
Mas além e acima do dever, ele fez exatamente isso,
o que lhe custa sua vida.
Para ser um herói, não é necessário ser soldado ou líder.

Heróis são aqueles que arriscam suas vidas para salvar uma criança
um colega mineiro,
ou dão as costas aos confortos da medicina moderna
para arriscarem suas vidas para socorrer pacientes com ebola na África. 
"Heróis servem a um propósito",
"Tudo em que ele pensa é naqueles que não estão mais conosco."
Foi uma forma sensível de rebater a santificação por parte da mídia.
Mas por que chamamos algumas pessoas de heróis quando estão

apenas cumprindo seu dever?
Bertolt Brecht, em sua peça "A Vida de Galileu", 

nos disse "infeliz é a terra que precisa de heróis". 
Por que infeliz?
Porque é um lugar que carece de pessoas normais que fazem o que deveriam fazer, que não se esquivam de suas responsabilidades e que o fazem "com profissionalismo". 
Na falta desses cidadãos, um país precisa desesperadamente de figuras "heroicas" e da distribuição a torto 
e a direito de medalhas de ouro.
Uma terra infeliz é, portanto, uma onde ninguém mais 

sabe qual é seu dever, de modo que as pessoas buscam freneticamente um demagogo carismático 
que lhes diga o que fazer. 
E essa, se me recordo corretamente,
foi a mesma ideia expressada
o autor em "Mein Kampf"....