Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Um momento.

Ontem viajando me fez pensar, 
Muito.
Vendo este lago...
não morava num lugar tão belo como a foto..
Lembrei dos anos 70,
Havia comigo...

uma ideia,
numa fase da juventude inquieta, 
que queria suas próprias coisas,
um grito de liberdade desde a música e a roupa..
uma certa inconsequência 
nas suas próprias regras...
até a falta delas.
TINHA A GUERRA DO VIETNÃ, 
AQUI OS ANOS DE CHUMBO...
MILITARES
Na política, crise permanente...
EXILADOS ETC...
No rock, 
o LED ENCLAUSURADO, 
ASSIM COMO PINK FLOYD 
gigantes..
históricos fechados em suas mansões, 
se lixando para o público que os sustentava.
Mas era e  foi assim mesmo..que viveu dirá..isso
Não  se enxergava a revolução no Rock 
e já vinha punk,
os Hippies, que  vi nascer de muito perto.
mas muita coisa longe é melhor que perto.
Na verdade, a própria época é turbulência...
muita coisa deixada um pouco de lado..aqui.
Bem, 
Deixa eu escrever antes que eu me esqueça,
acordei repetindo um sonho pra não deixá-lo fugir...
Quando estou triste, ou saudosista, às vezes 
me vem na cabeça a melodia de alguma música. 
Sem perceber, começo a cantarolar o verso 
e ele sempre traduz o que estou sentido
Ai.
Voltando pra casa, de Ideia
um crepúsculo do  sábado de sol maravilhoso, 
um fim de tarde, que eu adoro, ao ar livre, 
sol na pele, no corpo sentindo o movimento.
Pois bem, eu fotografando..que faço sempre..
Saiu esta bela Foto que me lembrou tudo isso..
Como é que se fala de uma coisa que, 
ao mesmo tempo, sei que não vai ter solução, 
não vai voltar atrás, 
que não adianta reclamar..é só saudades.
Uma estrada gostosa..um roteiro lindo 
no fim e um lado e logo eucaliptos, 
só com casas doutro lado e asfalto lisinho, 
com uma inclinação suave o suficiente 
para ser perfeita para sentir  e andar 
de tarde e fazer fotos..
É, eu tenho 50 anos e ando assim ainda.
Mas só neste lago.
Longe de casa, sol gostoso, poucos carros 
passando, nossa...
O vento no rosto, o asfalto..
o céu passando sobre o teto solar 
do carro, 
o corpo em perfeita harmonia, 
a até no fim da viagem...