Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Vermelha.

Ah,
homens pensam,
MULHERES PENSAM...
Se algum homem acha,
que uma mulher 
não fica pensando 
em fantasia,
tanto quando o homem, 
sobre situações apimentadas, 
então precisa, 
rever seus conceitos.
MULHERES
são expertas,
e fora do convencional.
Não 
as mulheres 
não querem 
ficar passivas,
esperando que 
seus desejos sejam 
satisfeitos..
A grande maioria  da mulheres,
partem mesmo é pro ataque...
ah tudo para embarcar 
num clima muito quente.
Elas adoram a possibilidade 
de excitá-lo por 
meio de uma dança sensual, 
mostrar o quanto é atraente ...
e o quanto,
ela está no controle.
Cada vez mais 
as mulheres assumem 
a sua sexualidade 
e mais, 
assumem assim 
a sua liberdade sexual,
e, 
não tem pudores 
em se "mostrar" 
na sua libido 
e assim
satisfazem os seus desejos íntimos, 
da forma que mais lhes agrada...
Assumem ou não,

o controle, 
o importante é sentir 
e dar mais prazer...
O que conta hoje é o prazer, 

que se quer,
e que seja mútuo 
e partilhado...
As vezes é bom deixar 

levar... 
mas outras,
que 
gostam de mostrar 
as "garras" 
e fazer sentir que sabem,
levá-lo ao cume 
ao êxtase...
Está tudo em paz.
Entre as necessidades... 
o sexo é e será bom, 
se houver todas 
estas possibilidades.
ai sim merece  
sempre uns bons minutos 
de reflexão..
desta forma.
Reflexão 
pelo simples prazer 
da reflexão, 
no tocante a sexo,
nem tudo 
é racionalmente inexplicável...
ou explicável..
Não é preciso ser psicanalista 
para perceber 
que o desejo feminino 
sempre tem um viés 
de subjugar 
não apenas o macho, 
mas toda a situação erótica
sexual.
Toda mulher gosta de manipular.
É sua fantasia de fêmea 
que é passar de mulher 
comum 
a poderes de Afrodite.
Generalizando: 
homens e mulheres,
têm necessidades diferentes na cama.
Tempos diferentes, 
volúpias diferentes.
É claro que essa constatação 
não é de hoje.
A mulher hoje 
é libertina, 
transgressora...
que vai além da comportada, 
do convencional,
do cotidiano.
Eis o gatilho...
para a liberação do prazer.
Se satisfazer..
Se não faltar coragem,  
o poder é este,
satisfazer a fantasia suprema 
de todo  ser evoluído.
Ser plenamente satisfeita 
sem ter a obrigação 
de satisfazer. 
Fantasia é algo 
que os homens realizam 
com muito 
mais frequência 
do que mulheres...
ou até certo ponto.
Hoje é vermelho,
a cor da flor...
cor do prazer...
poderia ser da fruta...
venham mais 
e mais tons de todas as cores.
Este post é contra a chatice cotidiana, 
abaixo a rotina sexual.
A sexualidade humana 
se resume 
a um leque de práticas que 
se organizaram em 
sequências que variam pouco...
com os anos. 

Mas fazer sexo seria impossível,
sem haver, 
um arsenal de ritos e imagens 
que lhe dão milhares de sentidos.
Visível ou invisível, eloquente ou silenciosa, 
a sexualidade sempre foi objeto de intervenções...
do estado e  da igreja... 
As relações sociais...te
cada dia é menos..
No sexo...
há a emergência da intimidade,
se torna uma forma de 
"disciplina de si".
Infidelidade, prostituição 
e simples fornicação...
punições terríveis 
assustavam, 
uma vez....
Uma vez na igreja por adultério se perdiam orelhas...
ou por..homoerotismo, sodomia 
e bigamia seres eram condenados à morte.
A sexualidade vigiada por Deus 
e controlada pela comunidade...
não é mais como era. 
E a poligamia, era
um remédio contra a promiscuidade...
e em alguns lugares persiste até hoje. 
Já houve.. 
e há o adultério, dizem alguns que não seria pecado, 
se praticado com pureza.
Mudanças...de hoje.. 
tem a ver com o iluminismo..
Liberdade sexual...
o desejo feminino, 
liberaram geral...
começou lá.. 
Ilustrações de nus 
e posições sexuais se multiplicaram.
Um pregador chegou a argumentar que 
o  sexo é pecado sem a procriação..
E até o  escritor disse.. 
se  DEUS não existe.. 
então tudo é permitido... 
nada é pecado..
Hoje muitos acha há o direito de fazer 
o que quisessem com seus corpos.
O certo e errado.. 
sobre sexo hoje para a  maioria 
não mais vem da Bíblia.
A distinção entre público 
e privado foi reforçada, 
e o sexo fora do casamento 
ficou sem punição.
A revolução sexual dos anos 60, 
apoiada na pílula, 
foi  uma  bela novidade...
deu uma travada nos anos 80. 
Mas a verdadeira revolução ocorreu 
dois séculos antes...no iluminismo.... 
Mas o pêndulo foi e voltou.
Ainda há muitos países onde a sexualidade 
lembra a situação pré-moderna.
A história é circular...
a sexualidade vai e vem.
tudo vai e volta...