Rebel: Imagens, palavras...a essência... a natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

domingo, 1 de abril de 2018

Galileu.

Pensar também
é saber 
e lembrar,
acima de tudo, 
está 
entre lembrar 
e esquecer ali
filtramos 
o conhecimento.
Quando descartamos
algumas coisas 
principalmente 
no sono, isso
é  fisiologico 
então 
para pensar
é preciso
também esquecer..
senão não 
caberia tanto 
na nossa mente.
Não esqueço foi em Pisa..
lembrei de Galileu..
foi ali
há 400 anos, 
em 1616, 
com o 
seu Heliocentrismo.

O Heliocentrismo
é um marco 
para humanidade
é  algo
que
jamais será esquecido,
e foi
um bem,
para nós.

Há algo que não 
não podemos
esquecer 
entre
a Renascença  
e sua efervescência 
do século XV e XVI e pós 
Galileu,
mas Galileu,
jamais será esquecido,
é um bem para nós..
Dizem que
os ressentidos..
tem memória boa, 
talvez mais
para o mal, onde
não conseguem 
dar 
o devido descarte.. 
Muitos ficaram 
ressentidos  
com Galileu 
na
época. 
Gostar 
esteticamente 
de algo 
demanda 
um descarte 
contínuo 
de informações 
e seguir 
em frente 
com novos conhecimentos...
Temos lá  
na memória 
nossa lixeira. 
Bom  
é 
só deixar firme 
certas memórias,
num lugar seguro...
as
boas
de preferência..
Sujeitamos o tempo à 
nossa subjetividade 
afetiva,
claro ai,
tem lá  
suas vantagens.
A lembrança 
da experiência,
de Galileu,  
traz a mente,
a precariedade 
do tempo,  
foi há  400 anos 
algo longe 
e que já 
passou..
mas os significados 
continuam e ainda
mudam.
O telescópio, 
é  que era importante
na época e
quem  dá 
valor hoje,
Nos 
idos de 1616,
Galileu deu importância e foi vital para todos até  filosoficamente.
Já  não  somos tão  importantes no universo.
A sensibilidade com o tempo,
munda,
mas há coisas que ficam intocadas na memória,
que levou cada um a ser, 
todos, 
como humanidade, 
em algo  melhor,
que nos tornamos.
O acesso imediato e irrestrito 
ao acervo do passado 
é um ganho óbvio 
do nosso tempo, 
assim fazemos reavaliações 
estéticas,
do pensamento,
é tudo um continuo caminhar e o exercício,
é necessário 
e divertido, 
mas algumas coisas,
não mudam, como ver
a bela torre da Catedral de Pisa,
inclinada 
mas ela está lá...
foi usada por Galileu Galilei, 
nasceu ali, 
em em Pisa e lá usou
o seu Telescópio com fins científicos.
Mas muito, 
conhecimento 
se perdeu no caminho. 
já inscrito na evolução humana.
E essa natureza, 
constante que a mudança faz parte, 
ela a mudança sempre
é  permanente na humanidade.
que evoluir
é libertar-se 
da inércia que
submete-nos 
às  vezes é seguir ver preciso 
e conhecer
é  seguir 
em frente.
Todo acontecimento, 
está  na história e ela
é  contínua,
nossa marcha, onde devemos
suplantar dogmas, como foi  o geocentrismo por Galileu que com o
heliocentrismo desbravou e destravou
a moral que às  vezes faz
sua sombra ao progresso a evolução onde ela
está intrínseca 
na história, 
nas relações de força, 
que acontecem  
no saber
no conhecimento
mas de Galileu é tudo história...
aqui em Pisa.