Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Losings

Quem nunca perdeu,
Quem nunca foi rejeitado.
Então escrevo...
Sempre,
Contado, 
Aprofundado,
duma verdade 
de cada coração,
Em tudo,
há algo verdadeiro,
e importante,
na vida,
chamado,
perda.
Então escrevo...
Que me amou... 
Já não sei...
se amou..
Sei que amei,
Como

estou esquecido...
A paixão, 
o ciúme 
até ódio,
são tão presentes. 
são tão cruéis.
Como explicar?
O destino,
depois de...
Sonhos, 
desejos
aspirações
que se acabam
nas asperezas,
no descolorir da vida.
Tudo, enfim, é dor.
Não,
nada é tão belo 
como uma rosa sempre.
Mas é difícil,
escrever..
mais,
expressar 
verdades. 
Daquela 
pessoa,
Daquela vida... 
do verdadeiro amor,
que acabou.
Com explicar o que vem depois.
O ressentimento, 
A rejeição,
A privação,
O desprazer.
Pessoas boas podem ser  
até boas,
até não serem mais,
aquele nível qual 
na consciência aflora. 
Do esquisito
ao imprevisivelmente 
Irracional, 
que é 
que ocorre com 
o mundo 
de pessoas 
que perdem algo.
Um caminho,
é não se ater 
em algo 
que não há, remédio,
Dar-se conta,
que acabou.
A decisão que caminhar é preciso.
Essencialmente,
somos 
capazes 
de enganar 
nossa consciência, 
e cometermos 
pequenas 
transgressões 
sem 
acordarmos para o fato...
duma má atitude.
Antes que isso,
passe despercebido, 
todo ser,
se não está prestando 
muita atenção, 
vai acontecer coisas assim. 
Pessoas devem ser intensamente 
conscientes daquilo
no qual querem evitar, 
sem cegar,
diante da relação que desprezam.
Na vida real a negação causal,
exige muito mais,
que uma simples 
ginástica mental.
Obstinação, 
em olhar par frente,
com o tempo,
tudo é passado.
E insistir..
Não deixarei isso 
passar isso assim.
Nada resolve,
é uma característica de ódio 
e do ressentimento,
Há bons motivos 
em que o reconhecimento,
que tudo é passado, 
leva a um confronto direto,
a superação,
de que um ente foi,
mais não o é mais 
querido,
com si próprio.
A negação disto pode 
provoca grades grandes rupturas,
com repercussão na vida 
que poderia ser melhor,
mas fica mais temível 
que a própria PERDA.
Mecanismos psicológicas 
da perda no relacionamento,
e no reconhecimento 
que tudo se foi,
é o ponto  de 
rearranjo, 
de recomeço.
Novo relacionamento, 
que tem assim,
uma vida própria.