Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

domingo, 25 de outubro de 2015

On Road II.

Na beira
da porteira,
na estrada 
aberta,
todos
pensamentos aqui.
Na luz do Sol, 
No fim da tarde.

Um lado da vida...
o campo aberto,
um olhar longe,
um sentir que tudo 
não 
apenas  
óbvio.
Cidades distantes,
São Paulo, 
Rio de Janeiro,
Pelotas, 
Porto Alegre 
Curitiba,
não tinham o óbvio,
ou 
lugares assim.
Não gosto mais 
de cidades maiores.
Gosto da vida do interior,
Fazendas,
Estradas,
Mata,
Capim,
Campo.
Melhores 
cidades brasileiras, 
piores lugares,
sempre parecem, 
aglomerações ou formigueiros, 
miseráveis e improvisados...


Coisas do interior,
calmas, tranquilas,
é
que gosto mais...
soam poéticas..
No brilho, 
nos raios de sol,
que tocam.
Vejo
nas coisas

que
vejo de lá,
vejo que não vivo lá,
pensando,
sonhando,
No dia,
No ar,
Luz irradia.
Luz brilha,
raios do sol,
tocam na pele..
na tarde que cai.
Se pergunto,
bela paisagem,
Digo,
é onde estou 
que não irei para lá.
Respondo,
Estou aqui..

Lugar para desaparecer,
prezando belos 
e consolidados,
lugares da cidade
os descarto por completo. 
Meu conceito é de que o homem 
que escapa sempre 
do solo urbano, 
encontra um paraíso 
nestes lugar..
local de moradia,
local de passatempo.

Tem um coisa,
que posso dizer,
vendo este
lugar,
dos últimos recantos, 
da Terra,
que alguém pode morar,
sem ser incomodado.

Um lugarzinho,
que não se precisa atender celulares 
ou responder email 
por um dia,
por horas, 
é legal.

Cidades 
algumas
chamam atenção pelo despreparo, 
no lixo,
acumulando no asfalto, 
no desprezo do
meio ambiente..
Nãos estou tentando "salvar" nada, 
é só uma constatação.
Há gente demais na cidade,
muitos que não pensam assim,
que o interior tem mosquito.
não tem asfalto,
bem menos,
estradas de chão batido,
Aos que pensam num
lugar 
assim,
são os que podem lhe fazer melhor.

Procurem verdades 
junto à natureza...
num fim de tarde.
Simples,
prazer  
Simples olhares 
num belo estar,
que nos visita 
vezes e vezes,
aqui .

Nada é perfeito 
ou completo, 
acho também,
que tudo 
é imperfeito, 
que nada dura 
para sempre.
Soa ironia,
dizer perfeitos,
lugares assim. 
fotos 
dum lugar perto imperfeito,
soa perfeito num fim de tarde.
Quem arrumou um lugar belo 
para se colocar 
e ver o pôr do sol
na beira da estrada..
fui eu.

Voltei após 50 anos.
A viagem 
uma passagem por ali na na beira da estrada,
foi isso,
que encontrei.
Da porteira da fazenda para fora.. 
Senti 
encantar
contaminar, 
formas...
de reverenciar lugares assim.
É só um sinal, 
que parte, 
da forma intensa,
deixa escapar,
atitudes,
nas altitudes. 
Prefiro os campos  de Água Doce, 
Por isso,
do tempo antigo 
mais 
do tempo
de onde as pessoas fazem 
fotos na beira 
da estrada para quem vai para
Palmas...
Continuo
o menino
simples
maravilhado
com toda natureza da fazenda..