Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

terça-feira, 6 de outubro de 2015

That's Life.

Seria difícil imaginar,
que num dia,
galgando algo.
um posto, 
num gênero 
literário,
indefinido, 
de escrever,
num meio caminho, 
entre ficção 
e reflexão....
Impregnado 
pela paisagem, 
do Oeste,
de Santa Catarina.
Na vida minha é isso,
é onde cheguei,
que descrevo,
há o desencanto 
com as pessoas,
com a vida agitada, 
mas 
há um encanto paradoxal 
a isso,
deixo mostrar, 
na volúpia 
e encantamento 
pelos
"frutos da natureza, 
da terra"...
como flores, 
árvores,
montanhas, 
rios, 
pôr do sol..
aurora, 
luar 
e inúmeras situações. 
Nos textos de "Rebel", 
meu blog,
pequenos textos 
e cenas  
como num diário,
passeios, 
fotos, 
por cidades  
no Oeste de Santa Catarina 
na sua maioria, 
a contemplação de um gato, 
a conversa com um vassoureiro,
desencadeiam reflexões,
e
"um pouco de realidade,
das coisas",

Na sensação de 
"vazio das pessoas",
ou
na inquietação metafísica...
se contrapondo 
no meu encantamento 
junto 
da natureza.
E seriam de fato tímidos acho eu,
meus argumentos 
só de cunho existencial 
da época que vivemos, 
não fosse talvez escrita  
mais ácida  

arrebatadora, 
com belas fotos, 
que consigo
 extrair 
de vivências elementares, 
uma forma 
de meditação lírica,
e mais 
rude de outra forma..
nas questões que 
envolvem o homem 
e seu meio a natureza. 
"Transformar minhas 
intuições em algo palpável 
e escrito
mas  não esgotar 
estas intuições".
Eu sou uma pessoa  do bem, 
claro
que tem uma certa de apreensão 
da realidade,
atenção a um mundo voltado 
ao consumismo,
egoísmos, 
materialismo,
associado na experiência 
particular de aversão,
aos grandes sistemas 
capitalistas 
em voga hoje,
que priorizam 
a devastação 
do meio ambiente, 
que pretendem esgotar 
a totalidade de recurso naturais,
sem trégua,
da natureza mundo 
que vivemos.
Não sou anti-capitalista,
sou contra o capitalismo que só destrói,
não sustentável. 
A minha percepção,
da insuficiência humana 
no cuidado com a  natureza, 
partindo de uma ávida adesão 
à luz, 
ao ar, 
a água, 
as flores,
e aversão as pessoas 
que matam,
os recursos ainda existentes:
"O caos que caminhamos, 
nos isola e torna o ser humano..
motivo de uma meditação 
constante dos meus caminhos.
"que toma este mesmo 
ser
que admira a natureza, 
o mesmo ser humano,
que polui, 
devasta,
humanos também, 
que as vezes  
vendo flores encontro .. 
um silêncio que não se esgota,
"face a face comigo mesmo,  
mesmo assim me perguntando,
sobre onde tudo isso vai nos levar".
Esse meu interesse em ambiente  
e ecologia
não me torna refém de nada e 
também refratário ao pensar 
sobre  
as injustiças sociais, 
aos meus ressentimentos 
em relação à miséria..
"Para que serve um planeta 
quando tudo permanece 
nas mãos dos poderosas 
que são centro das coisas?, 
Como alguns americanos, 
europeus e chineses, 
sem a noção correta e 
na medida,  
para resolver os problemas 
de equilíbrio do meio ambiente, 
da conservação da natureza 
e a exploração sustentável...
voltado ao homem seu principal 
agente e foco de 
todas ações 
que deveríamos ter.

A percepção de que um mundo 
não vive de divagações,
tem seu lado concreto, 
real e se realizar algo bem feito.
É dessa beleza que se renova 
no dia dia, recria,
de certo modo, o maravilhoso...
na vida
Será que alguém acredita nisso?
Se as coisas nesse mundo 
funcionam assim. 
Ponto...final..
mas como não é assim, 
não sou acomodado 
com esta realidade.
Um cara  como eu que tem capacidade 
de observar detalhes objetivos 
e subjetivos 
e de descobrir o que não foi planejado,
nem dito,
que ainda não se aprende na escola.
"O essencial é saber ver, 
saber ver, ir além, 
saber pensar".