Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Another Rose.


Em
todos 
lugares 
do 
mundo, 
rosas
são rosas.
Nunca, 
pensamos
que rosa é
ALGO,
sem 
defeito...
3, 4 dias e lá se vão...
acabam.

No jardim
sempre
uma 
outra
rosa, 
por
vir.
Torço 
para 
estar 
sempre 
na
boa 
companhia duma rosa.
Outra,
rosa,
sempre 
perfumada
e bela,
no jardim.
A rose by any other
name would smell as sweet
by W Shakespeare.
Então.
Uma rosa
qualquer nome
onde estiver,
terá sempre
um perfume doce.
A vida
assim 
se renova.
Pressinto
uma nova rosa,
no jardim.
Não 
há 

sempre,
em 
nada.
Sem vida,
somos
a
pedra 
inerte,
na 
subida,
na 
descida, 
sem cansaço 
sem dor,
nem suor.
sem amor
nem desamor,
nem encanto, 
nem desencanto
sem alegria
nem alegoria,
nada acaba. 
nem, 
homem, 
nem família,
nem trabalho, 
nem 
história, 
perfeitos
ou imperfeitos.
Humanos seres vivem
Todos sabem..
Tudo
vive, 
mas 
falha,
fica 
fora do ar
vaza,
molha.
A vida
desconcerta,
concerta.
E quem conserta.. 
o ser
incapaz,
do esquema viciado,
do
cotidiano sórdido,
que não 
dá mais..
Uma limpeza.
Uma dedetização.
Um desentupimento.
Uma arejada.
Uma desinfeção.
Quanta, 
Quanto,
sujeito,
e
defeito.
Quanta
coisa complicada.
Capricho 
nas palavras
neste 
tempos,
parecem 
ou 
somos
cada vez
incapazes 
de tolerar, 
suportar 
viver,
com 
defeitos,
nossos,
alheios. 
Uma décadas,
da
tecnologia descartável,
que
nos ensinaram,
tudo
troca,
tudo fica 
obsoleto.
Acostumamos,
substituir.
comprar, 
mas
pouco
consertar.
O problema,
está
em 
que
não podemos,
substituir,
comprar,
como
uma 
outra
mente, 
outra
consciência,
outro fígado,
outro coração,
outra
vontade.
Nada
substitui
que 
já temos, 
como
memória,
pensamento.
Muito
emendo,
muito 
Band
Aid, 
mas
nada 
substitui.
Espere
ALGUÉM, 
alguma,
nada virá,
sem defeito.
Torço, 
para estar
com esta
ou outra,
rosa, 
mas sempre 
num jardim,
em boa companhia..