Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Duas coisas.

O mundo ideal seria..
apenas  de duas coisas:
Amar-se a si
e
aos outros.
Amor é tudo..
Tudo que vem depois
é apenas consequência.
Isso, amor 
não se compra, 
se conquista.
Homens e Mulheres
não precisam de algo mais 
para serem felizes 
ou mais feliz..
Mas um homem solitário 
diz a si mesmo, in Wall Street,
ou qualquer lugar do mundo,
preciso ganhar mais dinheiro, 
começa ai o estrago.
O dinheiro é ferramenta do dia...
ou esterco do diabo.
Nem carro tenho 
e moro com os meus pais...
dizia um amigo.
Mas minha melhor amiga 
se casou com um milionário, 
parou de trabalhar 
e vive viajando pelo mundo.
Morria de inveja..
de mulheres..
magras,
pele perfeita,
cabelos lindos.
Como não se comparar..
Viver a vida e ser feliz...
ultrapassa qualquer comparação.
Momentos de felicidade..
é quando acordo cedo
dou uma volta no quarteirão..
sinto o cheiro do orvalho 
e já vejo que pessoas 
estão presas no trânsito...
adoro liberdade...
quando acordo cedo 
e não tenho que ir  por ai
estar com pessoas competitivas, 
outras desrespeitosas 
e violentos.
Mas prefiro a companhia dos bons.
Sem ansiedade 
e depois de dormir, bem.
Não acho que ser feliz  é se comparar 
com pessoas próximas
mas dinheiro, consumo e beleza,
não é tudo. 
isso...
Vivemos um dilema.
Dizia um cara na televisão,
que a gente  está sempre,
ou que procura tudo que dá dinheiro.
Experiências cotidianas, 
revelam que a felicidade 
está em coisas simples,
um passeio na praça..
um olhar num jardim,
que não custam nada,
ou como abraços,
beijos e risadas,
amizades,
reconhecimento.
Quando vou à praia,
vejo jogarem futebol,
vejo amigos, bebo minha cervejinha 
todos se sentem mais felizes quando valorizam e apreciam amizade
uma coisas das mais simples 
e gostosas que acontecem 
no cotidiano.
Reclamar do que falta algo,
ou dinheiro
Se comparar com os outros,
são os maiores inimigos 
da felicidade.
Então, ninguém
vai se sentir mais feliz, 
sem dinheiro,
claro que sei, 
vivemos nu  mundo capitalista,
sei de uma coisa assim tão simples,
e isso que não sei de muita coisa..
O papa disse recentemente 
nos EUA...
dinheiro é o esterco do diabo.
Alguma ingenuidade inevitável,
mas o dinheiro...
a ambição por ganhos monetários,
é que destrói o mundo,
precisamos de uma revolução 
nos costumes e, 
mais do que isso, 
no modo de encarar a própria vida, 
cujo impacto ambiental,
meio que devagar,
estamos tratando de digerir.
Estamos todos nessa estrada.
No fim, do planeta,
tudo pode ser 
sem dinheiro,
sem o homem.

Somos tão arraigados 
ao dinheiro.
Não é um apologia 
a ter ou não ter dinheiro..
mas uma reflexão 
a ambição desenfreada.