Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

domingo, 14 de fevereiro de 2016

O sol acordou comigo.

Bem isso
o sol acordou
comigo.
Acordei,
cedo,
esta
minha rotina,
depois de acordar,
tomar
meu banho, 
fazer 
a barba,
até 
o meu café com leite, 
presunto e queijo
tudo básico 

e tudo lento.
Meu destino, 
Cavalos,
na fazenda 
dum amigo,
é onde
estou indo,

logo mais,
tenho planejado
ir lá
faz tempo.
Antes fiz estas 
fotos de 
vacas de leite, 
no pasto.
Acho
tudo 
lindo,
mas
que é 
por um sentimento...
real.
O que 
há para  
fazer além 
disso, 
constatar 
e fazer belas fotos
nada mais
nos resta,
além de ver e  saber,
do
que é bom e belo 
tenho esta  
sorte...
de algo
assim,
é belo...
ver
isso.
Eu ouço 
minha 
música 
do carro,
é bom
estar diante 
desta natureza
atento,
ouvindo Wonderful 
World, de
Louis Armstrong.
Eu acordo 
para fotos 
assim 
bem disposto.
dormir, 
e acordar, 
tomar providências, 
no meu lento
jeito matinal,
do banho ao viajar
ao campo,
planejo tudo.
Há aqueles
cavalos
tão perto de mim.
Que Deus abençoe 

nossa terra.
hoje
vou andar 
por  ela suavemente.
Cuida da nossa mãe,
dizia o papa.
E, aprender cada dia, 
indo onde,
tenho que ir.
A luz leva
meu olhar..
logo cedo.
Árvores..
Posso dizer algo,
como...
Sou
humilde sabe,
diante da
grande Natureza..
Tem outra coisa melhor 
para fazer ?
Para você e para mim,
que tomadas assim,
sentir tudo
com gosto
de ar úmido,
cheirando orvalho.
Animado hein.
E, 
adorável, 
aprender,
sentir 
isso, 
cada 
manhã.
Esta 
ligação,
esta 
conexão,
me 
mantém firme. 
Todos nós,
fazemos
ou
deveríamos
fazer isso,
saber ou
sentir 
isso..
Vou de 
uma 
até
outra 
fazenda...
é sempre assim. 
A melhor foto
está próxima
ou é a próxima,
noutro
lugar.
Eu sempre aprendo 
indo 
onde quero ir...
nem sempre 
é assim.



 
















Você vem....
comigo,
na luz se indo,
passou o dia

quando penso num 
preview das fotos 
mas
avança o crepúsculo
Sinto um cansaço
na superfície da pele..
quero
uma tranquilidade 
repousante..
mas
um horizonte 
que teima em 
me ter, 
nas 
cores incandescentes,
ah quero mais algumas 
fotos
este encontro, 
na luz da tarde...
Em casa agora
desligo de tudo,
as palavras, 
o tempo, minha 
câmera.
Os cansaços
são
assim 
em
que me encontro..
algo nem tão
brando
me esvaí quase 
todo cansaço 
diante da sensível,
cor solar.





O silêncio 
de casa
esta
paz 
me 
toma.
você 
se sensibiliza,
de tudo, 
que fica para trás,
nos caminhos 
reais,
ou do imaginário.
Para uma realidade,
estamos  num tempo, 
que me anima,
com 
sons e melodias
da natureza,
nem todos
que se 
deixam tocar,
mas 
me faz bem 
aqui.
Descarrego,
as fotos
da memória, 
deixo tudo fluir,
nada mais
me deixo
sonhar 
interminavelmente
vencido pela exaustão...
Cansado mas feliz.