Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

domingo, 13 de dezembro de 2015

Redemoinhos e Inquietações

Marcas dum 
passado triste...
mas 
tudo 
se diluirá... 
tudo
isso voará... 
como folhas secas 
ao vento... 
num redemoinho.
Depois 
de uma 
Simples
confidência, 
ouvi isto. 
Falava 
que fiquei,
no meio 
dum caminho
num momento, 
num 
particular momento.
A sinceridade 
tem 
um valor, 
nesta 
catarse, 
chamada desabafo,
temos 
impulso 
toda 
vontade,
contamos tudo...
Vamos 
com 
profundidade.
Mas agora...
Não me iludirei mais,
já que minha 
fonte secou,
Restou 
agora  
escrever
com toda vontade..
de escrever e saber...
Saber escrever,
que é a mesma vida
que produz alegrias..
sonhos e reflexões,
trás decepções,
onde o percurso 
é interrompido,
sinaliza vida 
com menos intensidade,
onde alguém
importante
deixou de pensar em você 
uma corrente rompeu-se...
Anton Tchékhov, 
médico,
escritor
Willian Shakespeare, escritor,
não teriam  
assuntos, 
para escrever, sem os dramas humanos.
É ali que as rivalidades 
e frustrações explodem. 
É o contrário da frase..
O inferno são os outros..
Entre Quatro Paredes..
que diria.. 
de Sartre,
o inferno está com nós. 
tão comum a todos.. 
Trata-se de um desvio 
de objetivo, 
duma frustração que vai, 
até o final... 
Todo amor é como 
uma boa arte
deve produzir
encantamento.
"O caminho" 
é uma busca 
com delicadeza 
um lugar comum 
onde passa 
na mente 
um lado tão
tão sensível 
da vida...
naquele
momento.
Algo que está além, 
muito, 
um caminho,
interrompido. 
Sim
marcas...
marcas de 
um passado 
triste... 
sinto... 
que
tudo se diluirá... 
tudo
isso voará... 
como folhas 
secas ao vento... 
no redemoinho 
dos dias de outono, 
enfim logo 
estará no 
esquecimento...
se dissipará... 
sob a ação... 
dos nossos carinhos... 
nossos
cuidados.
Que não haverá mais,
inquietações, 
nem redemoinhos.