Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sábado, 9 de janeiro de 2016

Que Restou

Como 
num verso..
há o mágico,
nos olhares trocados, 
Há este momento,
que tem  
alguns seres,
tem,
apesar das
ironias e cansaços...
do tempo e da vida.
Um
Olhar  
que não resiste,
ao encanto..
de belos olhos verdes... 
Olhares trocados 
que resistem 
às pequenas guerrilhas 
do tempo
do  cotidiano.
Tudo
por causa dele...
que frequenta nossa 
mente 
dos desejos.
Amor,
ou é 
quando é uma paixão
sem compromisso 
marcado.

Não...
é um exagero...
Também é...
Um dilúvio,
Uma insanidade,
Um destempero,
Um despropósito,
Um descontrole,
Uma necessidade,
Um desapego.
Talvez tudo isso tenha sentido,
Talvez tenha explicação,
para  esse negócio de amor...
Não sei explicar..
-.-  -.-
Nada perturba 
tanto na vida..
lembrar do olhos verdes
assim 
em sonhar,
com a vida que 
não vivemos...
ou foi isso 
que vivemos .
Mas seria injusto 
não vivermos,
como se fosse possível
ter sempre na mente..
a menina...
de + 
que vi
e o menino de 16 
que eu era.
Até porque existe 
alguma beleza
nas lembranças.
Porque as lembranças
são a expressão sentida
do que se teve
e  se perdeu.
Elas são a expressão  de
que algo sobreviveu. 
Num tempo éramos.. 
Tantos anos depois,
somos
dois sobreviventes.
Juntos, apesar de tudo.
E, por entre as tristezas
momentâneas,
havia um sol 
de fim de tarde..
no belo horizonte da Villa,
onde era possível vislumbrar,
e até escutar,
sentir, 
a perfeita sintonia
que começou lá atrás,
quando todos ainda 
adolescentes,
estupidamente livres e felizes.
Pedir mais talvez fosse pedir
o impossível.
Porque, no fundo, no fundo,
quem deseja que a vida
seja uma adolescência
permanente nunca deixou
verdadeiramente 
 a adolescência.