Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

domingo, 12 de março de 2017

Everything

....Já não há
tanta coisa
que me
faz rir ou
chorar.
Bem..
já pensei 
um monte 
de coisas,
já acreditei  
num 
monte 
de coisas,
há um monte de coisas
que já não acredito,
outras
que foram
melhores,
e que há
muitas coisas
que 
não aconteceram,
mas 
que esperava 
acontecer, 
quando
se chega 
com 50 anos, 
de olhos 
bem abertos, 
desde onde dei os 
primeiros passos 
Pinheiro Preto, 
Iomerê, Curitiba, Pelotas, 
Porto Alegre e Videira,
que moro Hoje..
Observando
e
vendo 
um mundo 
cada vez
mais,
transformado,
em tudo,
em todos, 
acho
tem coisas
que não 
vão dar certo, 
por 
muito
tempo.
Algumas coisas, 
me refiro, 
a fé,
o Cristianismo,
e a liberdade,
Como o tempo 
passou rápido, 
tudo mudou 
mas não 
foi tanto
assim.
Muitos não dão 
a mínima 
para mudança,
Sinto-me livre 
para falar isso, 
já tive 
mais fé 
na humanidade.
Escrever isso
no momento atual, 
de repente,
pouco importe 
ninguém costuma
ler
nada, 
em que pese 
eu acordo 
ao ler,
um rascunho 
escrito 
de madrugada, 
e ver 
o que pensávamos,
que pensamos,
ser isso e aquilo, 
não é mais isto 
e aquilo,
que era em 1966, 
afinal estamos 
em 2016 
e muita água 
rolou debaixo da ponte.
...
Tem muita 
coisa 
retrógrada

insuportável 
que impera aquii e ali,
hoje ainda.
Coisa careta, como a o lixo da 
discriminação racial 
e destruição 
do meio ambiente.
Nossa 
realidade 
poderia ser mais 
transgressora  ou evoluída
de que é
Menos repressões mais liberdade.
Se as pessoas 
ficarem pensando 
sobre esses 
assuntos, já tá bom, 
claro nunca pensei 
em consertar ou
mudar o mundo...
Não quero 
ficar calado 
sobre,
o que 
estou vendo...
por isso
escrevo.
quero ser lido 
e ser confrontado.
Sem beleza ou carisma algum,
a vida perde o sentido
e há 
muita coisa que não tem 
a beleza mas
que já teve, 
é o que se 
vê hoje na musica, 
O Led Zeppelin,
com o Jimmy Page 
na guitarra,
o Robert Plant 
nos vocais, 
nada seriam,
sem  
o baterista 
John Bonhan 
que já morreu.
Pense 
em qualquer 
grande da música. uma banda da 
história do rock, como
o Pink Floyd 
sem mago dos
teclados, 
Richard Wright que morreu.
Tente achar 
alguma coisa que tenha 
se destacado na música, 
há tantos anos 
e todos estão sumindo. 
Existem, bandas 
e são poucas,
que habitam minha mente ou imaginario.
meu inconsciente,
como o Nirvana de 
Kurt Cobain, 
e sem ele 
a banda é nada.
Rolling Stones, 
sem
os lábios de borracha 
de Mick Jagger?
Beatles sem John Lennon

George Harrison, 
nada,
O New Order hoje 
sem Peter Hook 
que está muito vivo 
arrasando e arrrastando 
seu baixo no chão
Sem falar e
em Marc Bolan
T Rex..
outros 
como 
Jimmy Hendrix...
Janis Joplin...
bem paro por ai..
tem mais é claro..
vê que, no caso deles, 
não importa...
que já não estão mais vivos 
ou que hoje decadentes..
mas o som dos anos 60 
e 70 outros dos 80,
tudo
continua impecável.
Bob 
Dylan bom como
nos velhos 
tempos.
....
Aqui no Brasil,
cantores que 
cantam feio, 
caipiras,
sem carisma 
e zero de voz, 
sem noção de visual...e muitos 
seguem vivos 
como Raul Seixas. 
seu letrista Paulo Coelho
vivos outro viovo só na memória, há excessões,
que não 
confirmam 
a regra do mau gosto como,  
Alceu Valença, Belchior, 
Fagner, Zé Ramalho, 
Zé Geraldo,
Capital Inicial 
e Dinho Ouro Preto.