Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

terça-feira, 21 de junho de 2016

Fuego.

A intimidade 
pode ser 
mostrada, 
ai é 
mais difícil,
mas,
pode ser 
escrita...
as vezes no seu fogo...
Como
num registro 
sísmico da 
alma de alguém 
ou de outrem.
Este lado obscuro..

the dark side moon, 
nem tão obscuro, 
é a outra 
face da Lua... 
que dizer da vida 
de alguém..
de cada um,
um lado que 
não se vê.. 
mas existe..
Tá  bem...
Não 
ninguém 
vai achar 
"nada demais", 
nada de tão excitante, 
ou de coisas 
ou caminhos misteriosos
de alguém,
presente num destes textos.
para nossa época a web
abastecida
a vida alheia,
mas aqui
será algo meu..
então..
que haveria
então
de interessante..
de alguém
que não
é nenhuma celebridade..
A intimidade...
tem a ver com
a alma,
de alguém
pode
ser escrita..
e
bem escrita..
o lado iluminado da vida,
da vida pessoal,
como alegrias,
gozos,
inseguranças,
melancolias...
Como
Folhas...
antigas....
não descartadas,
cópias..
da memória..
da intimidade,
de todos estes anos...
onde
quase nada restam.
O mais importante
que
sempre escrevi,
ao escutar,
meu mundo interior.
Os textos,
a escrita, 
sempre
tem algo confessional,
sempre tem uma função catártica,
de alguém que se revela...
em textos
de natureza humana
confessional...
Há sempre numa
pessoa algo mágico...
então ai vai algo assim..
em que colocamos..
nossos, 
acima de tudo
meus estados
de espírito 
num papel,
sem filtros,
sem uma
forma
preestabelecida
com uma
intensidade
tão emocionante.. .....
eu gosto do
que escrevo...
Percorrendo
os caminhos da alma...
ou num lugar onde
tudo começou.

Hoje acordei, 
lembrei 
da cidade que morei,

onde vou 

muitas vezes 

ah sei 
que isso 
é gostar dum lugar que existe...
mas que pessoas de lá não existem mais,
em sua juventude,
um 

pouco mais de mim...

é bom,

pensar 

assim... 

transmite paz..

e o

espirito absorve...

com 
toda intensidade 

do momento..

me dá harmonia,

brilho na alma.. 

sempre 

dá a beleza 

em todo ser, 

que não se vê..

apenas sente-se

assim eu sinto...

........Aos 50 

em particular,

Mas na juventude 

é um tempo que 

tudo promete...

é muito

mais excitante...

mais ousada..

Não são apenas 

os corpos jovens, 

que pelo simples 

fato de existir..

há mais

ousadia e tanto mais

desejo

aos 30...

eram assim... 

diferente...

também eram

os olhares,

nossos gestos, 

por

conta dum tempo

em que ainda tudo

parecia intenso, 

próximo do infindável

e possível.

Há os velhos, 

por ai, 

com os corpos pesados 

e os rostos 

marcados...

melancólicos.. 

A velhice..

e não é o meu caso..

tenho pouco além do 50...

Mas a juventude...

aos 30 eu sentia 

a vida doutro lado...

que sinto hoje..

muitas vezes 

se parecem 

dois momentos 

da vida..

parecem 

dois continentes,

duas culturas,

dois planetas.

O que os aproxima..

sei lá..

Em muitos momentos 

me aproximo do espelho.

Aquele, espelho 

em que 

muitas pessoas 

se olham sem grande alegria

é o mesmo em que aos 30, 

junto a uma bela mulher 

contemplava sua silhueta 

e sua nudez..

e seus encantos, 

seu lábios rubros, 

seu cabelos negros 

a lá Rita Hayworth, 

em mim

é os mesmos olhos azuis, 

em que hoje me verei..

ou ontem me vi.. 

no final,

num quase delirante 

encontro de eras..

imaginei os dois tempos 

ainda jovem, 

eu imaginava...

já me vendo 

assim como hoje..

e carregando o tempo 

as boas lembranças. 


Lá atrás no tempo 

à frente...

do espelho..

imaginava a juventude...

passar..

a vida real passa..assim.. 

pela tantas vezes que é preciso 

reinventar a vida e o mundo.

Lá estão os dois...

anos 80, sozinhos, 

um homem 

e uma mulher...
longe da terra querida...
Tudo é inédito,
nada parece possível, 
como nos anos 80...
Médico, jovem ..etc..
sentia 
tudo está ao alcance dos 
meus desejos,
meus sonhos.
Tinha, sim, bem presente, 
o tipo de mulher que desejava,
e isso se referia não 
só à aparência física...
queria uma mulher 
que fosse, 
por assim dizer, 
uma alma.
Estava seguro, 
a reconhecia assim.

Foi então...
só afinidades, 
de uma mulher simpática,
atenciosa,
que o 
coração bate mais forte...
era aquela, 
sem dúvida, alguém 
que sempre sonhara. 
Havia entre 
nos dois 
uma compatibilidade...
impressionante.
Ter...
e sentir alguém com 
que se sonha, 
naquele momento
tinha certeza disso.
Olhei-a, 

e foi isso 
de repente 
estava apaixonado.
A paixão que não sentira 

por mulher alguma..

e vivemos muito bem. 

Era uma mulher tolerante 

e bem-humorada..

que mobilizava 

o seu lado felino 

que, felizmente, 

estava 
eu sempre disponível.....

Existe sempre 

uma certa onipotência 

da juventude que 
as vezes captamos...

nesta fase.. 

melhor talvez... 

melhor do que ninguém...

olhando para nosso espelho.

talvez melhor do que nunca. 
Tudo na vida que é intenso 
é inesquecível..
Era assim aos 30, sentia..assim, 
Diria com fosse hoje. 
Havia uma mulher...
viva, 
inquietante, 
contraditória, 
selvagem, 
carnal...
beleza plena, 

e dessa plenitude, 

que um homem sempre 

dá conta com tanta 

desenvoltura,

nesta fase, 

o que não é de estranhar..

Dela fiz minha musa

quase ao primeiro olhar..

bela história de um homem 

que vivia um instante...

terno e

belo e de uma paixão..

afinal eu me apaixonei por ela...
a moça do espelho.. 
Cada um de nós, 
se olhava e via toda formosura 
em evidência, 
um no outro 
e cada no seu corpo. 
Um momento de minha vida...
É o melhor momento talvez..
no ano 1983...
um encontro 

uma Noite de Amor...
Em suma, 
o que se pode querer mais..
aos 50..
Ah, sim, uma vida decente...

foi tão bom aquele tempo 
te conhecer, 
muito fácil te querer 
tão bela..
Bom..
Bom..
te ver depois 
de tanto tempo..
isso a vida 
ainda garante..
outros significados...
depois de longo 
tempo de ausência...
fogo dos
misteriosos 
caminhos.
Rebel
o texto
"mulher 1983".