Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sábado, 27 de agosto de 2016

No Problem.

Com o 
aumento
derretimento 
dos gelos
polares..
chegamos
à elevação do nível do mar..
e qual a resposta,
dos países 
das nações..
num mundo em constantes 
transformações 
e que não muda 
no essencial..
lucro e hedonismo.
A fome  
e a boca 
de quem quer
lucro 
é enorme..
Somos humanos 
e sempre 
a humanidade é
movida pelo lucro,
no curto prazo...
esperaríamos que novas 
fontes estivessem
sendo prospectadas 
como parques eólicos,
biocombustíveis etc.
Mas não...
somos unidos..é
cada 
um por si...
Cada um 

no seu
negócio
por si...
Cada país,

cada canto
por si...
No Fóssil 
Fluel não 
pegou em 
muitos 
lugares 
do mundo
ou
descarbonização..não esta deixando 
empresas de petróleo
virar empresas de energia..
Companhias como a Shell andam
de olho nas oportunidades de petróleo 
nas águas do Ártico,
pelo recuo acentuado do gelo 
do polo norte.
Rússia e o Canadá parecem contentes 
com a oportunidade de aumentar suas terras aráveis com a chegada de invernos 
menos rigorosos.
Comentários..assim te sido ouvidos..
Bem, pelo menos vamos economizar 
nos casacos de pele.
Empresas israelenses estão atuando
no  mercado de neve artificial nos Alpes.
Grandes multinacionais ou 
nações poderosas...
estão assim.
Só há perspectiva de lucros 
no curto prazo, 
sem grande preocupação 
com os estragos futuros...
A etnia inuíte (esquimó) nativa 
da Groenlândia, anda 
animada com a chance de 
bancar sua autonomia 
em relação ao governo dinamarquês 
com os royalties da exploração de petróleo e minérios em seu território..
hoje
não tão coberto 
pelas neves eternas.
A chave para compreender o que está acontecendo, 
é que
devemos parar de esconder 
o fato de que, 
como todos os 
demais fenômenos 
da história humana,
a mudança climática 
também haverá ganhadores 
e perdedores. 
As consequências não serão 
apocalípticas para todo o mundo,
o tempo todo
entretanto elas tenderão 
a acirrar desigualdades regionais, 
um sério problema atual.
Decisões de negócios funcionam assim..
É como se eu tivesse comprado maconha de um cara que comprou de outro cara que comprou de outro cara que comprou de um cara 
do Paraguai..
que matou 
alguém por causa dela.

Resumo..
Ninguém assume..
Não é problema meu. 
Um argumento bem
persuasivo ou convincente..