Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Desequilibrio

          ....
O equilíbrio 
e a beleza
existem,
na foto,
só 
não há é 
beleza nos 
desequilíbrios, 
do Brasil, 
em todos os 
cantos da nação.
Há gente 
aqui
achando 
que o serviço público,
é intocável e abusa com
seus altos salários e mordomias 
e o povo passa fome.
Nosso
título de nobreza,
é o serviço publico onde 
há uma
uma casta,
com
salários acima do teto constitucional
e coisas piores,
como
auxílio moradia
e outros 
auxílios maiores
que  
o salário da maioria,
que é menos
que
mil reais
gente
Esta casta no serviço público
não se importa
ver outros brasileiros
catando o que comer
no lixo da rua,
sem hospital
sem remédios,
sem seguranças.
Um horror..
Muita e
Muita,
Gente.
Então,
Escrevo coisa séria,
Do Brasil.
Onde se costuma fazer fofoca,
no debate público,
sobre o sorvete, o cartão do Temer
Há outras
tragédias
como o déficit da Previdência,
Falências dos Estados,
Enormes salários 
e aposentadorias  
do setor público
As desigualdades do país.
Mas não, aqui costuma-se
fazer onda com assuntos, banais
outra besteira brasileira.
O salário fora da lei de cinco juízes 
e procuradores paga a conta
de parte um bolsa família
Um escândalo.
Cortar qualquer gasto do governo e do 
estado nunca é má ideia, 
em troca de que sempre falta,
Antibióticos
hospitais.
Seria divertido mexer 
com 
os mais graúdos no 
serviço público, 
ou acabar com 
os carros oficiais 
de políticos e juízes, 
isso tem um sentido 
didático.
O deficit federal 
deste ano deve 
ser de R$ 167,7 BILHÕES.
A despesa total do estado
é R$ 1,25 TRILHÃO e meio 
TRILHÃO só de Previdência, 
INSS.
É urgente
cortar regalias de parte do alto 
funcionalismo e assim acabar 
com a ideia  
de serviço público oneroso.
O salário além do teto de juízes 
e procuradores  e políticos
custa muito.
Desperdicos em todos 
os lados mais que
BILHÕES por ano, que contribui 
para
destruição da capacidade 
financeira 
do Estado que deixa de prover 
as necessidades do cidadão brasileiros.
Sem falar na corrupção em todo executivo e legislativo e 
também 
no intocável
Judiciário.