Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

How Deep Is Your Love

..
Um ar aos humildes

apaixonados. 
Dizer é
Difícil 
Escrever é 
Difícil,
mas é tudo 
como
uma confissão 
as palavras,
no retratar
que 
aconteceu,
quando
se
está com
alguém,
Navegar é preciso, 
mas nem sempre
é tranquilo o caminho
ao lugar 
desejado.
Os mares do mundo 
estão andam
cheios de náufragos.
Parte 
de tudo 
está no prazer..
vem do ver..
a cor..
a silhueta..
a cor do cabelos..
a cor do olhos...
O corpo básico..
no ter pernas..
finas...
e mais ao alto, 
uma
bela cintura 
os seios pontiagudos 
o bumbum duro,
bem arredondado...
um violão 
ou uma viola....
A boca sempre, 
lábios carnudos..
e batom vermelho..... 
para facilitar sutilezas 
na variedades de beijos....
uma boca miúda não 
permite um melhor 
desenvolvimento 
de longos beijos 
e pode afetar 
a performance...
Certos dotes..
Tão essencial 
de sentir...
e ver..
reforçam o olhar
A vida se renova..
a cada momento...
degustando..
o belo corpo, 

belos olhares..
Comecei falando de estética, 
mas agora vou falar de paixão, 
no amor brusco.
Será que pessoas assim ainda 
existem,
vivem...
De nós,
faz tanto tempo..
mas desde os velhos
tempos
pessoas
se apaixonam, ainda:
ou deixam de ir a 
um jogo de futebol,
do meu Santos, 
se fosse pedido. 
Do ir não à praia.
Daria o ultimo ar do mundo
à pessoa amada.
Não não há,
alguém morrendo de paixão,
mas 
seja um homem 
ou uma mulher, 
ela 
existe sempre
Nos não somos muito 
fáceis de confessar 
certas coisas, 

se fizemos podem achar 
que estamos 
com más intenções
Porque não há nada 
melhor do que 
viver uma paixão, 
com a pessoa legal e bela.
E eu fico me lembrando daquela 
noite de frio, 
embaixo do 
Edredon, ouvindo música 
o mundo inteiro, resumia
tudo
para nós dois,
tudo passou tão rápido,
ficou só a boa lembrança..
E foi muito bom ter visto você 
para relembrar, 
percebi uma 
coisa que tinha me escapado..
você era tão linda..
com belos cabelos...
belo corpo...
algumas coisas que tinha percebido 
nas duas primeiras vezes 
que ficamos assim: 
talvez hipnotizados com 
a música de fundo, 
The Sound of Silence, 
não cantada, 
tocada e nos tocou, 
que o tempo 
todo ficou
naqueles 
murmúrios baixinhos, 
e tudo andava muito..
e muito sutilmente
e foi uma belíssima..
a noite para nós dois...
sabe..
Contanto sei 
que não 
vai me morder, 
nem ficar 
com raiva,
apesar que 
adoraria, 
ser mordido...
de novo.