Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

domingo, 19 de fevereiro de 2017

A Yelow Rose.

...
Atrasado 
estranho..

meu 
país...
O Brazil..
fragilidade 
e uma 
infinidade de erros.
Nos erros 
e ações
sem consequências,
dos políticos,
chegamos aqui e agora..
O pior de um país...
é a crise.
Sou  de ver o cotidiano 
e nosso passado,
ver paralelismos,
andar pela cidade, 
ter  
e anotar 
coisas ditas 
de
estranhos 
e conhecidos
da florista também...
Ouvindo 
conversas 
é 
interessante,
como 
o pais piorou 
e muito..
de repente estão 
todos pessimistas,
acho 
que a crise do Brasil 
atingiu em cheio 
todas pessoas,
por vezes, 
parece 
tão presente
em cada  mente..
como se ela 
própria 
tomasse conta
um desalento..
insólito momento..
num pais que antes era
cheio de vida e esperança..
A minha 
chance na procura
de outro entendimento, de 
como está o pais,
até  mesmo de uma candura.
Bonita, 
magra,
belo corpo, 
num discreto vestido branco..
uma blusa de lã azul..
e sapato gelo.
Sou..um deslumbrado...
com o azul...
Tento ser simples
os anos de Médico,
de um cara simples,
me deram
e sei 
ou já sei 
o que dá prazer 
e como fazer 
em tudo na vida, 
mas com equilíbrio. 
Não se pode achar que 
é tudo é 
um desbunde...
estar aqui num sábado 
sim 
às vezes,é preciso,
tem que relaxar, 
extravasar, 
fazer bobagem. 
Meter o corpo 
no mato, 
na estrada,
senão a alma sofre, 
melhor que viver só na cidade  
no cimento e asfalto. 
Não deixo de pensar..
e agora escrever 
e claro publicar....
do imenso 
sofrimento  
que o povo brasileiro 
humilde
vive
causado pelo 
aumento de energia..
se ver diante 
de duas versões, 
sim de dois países..
contraditórios, 
o real 

o plantado 
pelo governo que caiu.
Gosto de expor...
que o mundo real 
que acaba sempre..
prevalecendo..
Não que não 
tenham tido 
coisas até boas,
mas assim 
demagógicas..
Na História 
do Brasil
faltam políticos
com pose 
de estadistas, 
e preocupações 
com o 
pais de verdade..
os maiores,
os menores,
mostraram 
como que 
sem envolvimento  
político 
e intelectual..
necessário com 
o Brasil.
O homem que sucedeu 
Dilma é um Marionete 
do Congresso.
É sou sim 
apenas um homem só 
diante deste mar 
de intranquilidade. 
Fui comprar uma rosa..
e na conversa 
com a florista 
em Chapecó..
ai a pergunta..
será 
que dura.. 
e o tempo 
o fim de semana...
Diante da 
imprevisibilidade 
de nosso país..
que tudo sobe..
da inflação 
e preços, 
do desemprego 
até a violência  até nos presídios.
Levo dois botões,
"um vermelho, 
outro laranja", 
ainda fechados..
Sem pechinchar 
o preço,
depois ouço 
a pergunta..de onde..
Videira.
Vemos 
de um lado, estes
fatos simples 
que se acumulam, 
discretos e secos 
no cotidiano de nosso país
como  que colocando 
sucessivas pedras..
no caminho,
acho que a última 
deveriam deixar 
para colocar em cima 
do túmulo do Lula..
e são tantas as rosas,
que não vai faltar 
uma para ele.
De outro lado, 
sei que não chegou ainda 
ao cemitério 
Rosa é o tipo de flor 
que é mais indicado 
de dar aos sábados.. 
Trocamos a indiferença 
de uma viagem,
pela emoção.. 
que espera 
por mim.
A crise 
detesta 
a emoção
então 
a razão. 
Me 
recorda 
quando 
a presidenta
utilizava os canais de  TV
para falar de si própria, 
do nosso país..
desde então
teve a primeira 
vez, a segunda
e ouvi sempre 
outras,
agora não há tantos
panelaços 
mas tem se repetido.
Sua inexorável teimosia 
e seus erros
e  do partido dos t
rabalhadores 
por 13 anos..
colocou esta 
condição no meu país,
tudo fruto desta catástrofe 
política e administrativa. 
Meus botões  
estão fechados..
assim encontro 
a velha amiga, 
aquela chance de 
meu entendimento,
além de uma amizade  
forte..
abri o portão
e disse..
puta que o pariu.
diante de 
quase resvalo.
Senti ainda,
que estava 
Bonita, 
magrela..
no  discreto 
vestido,
e na blusa azul..
Eu odeio o PT..
Gosto do FHC..
Odeio O Temer.
Voltei ao tempo de  
ter uma amiga assim..
Abriu a porta.. 
senti toda humildade, 
humor comigo 
e com 
a vida politica
em comentários 
diante 
da fragilidade 
de um homem 
que quase caiu 
na  sua calçada 
e dos erros 
que consequência 
do momento..
mas sempre 
a mesma candura.
Certamente, 
o ex-presidente 
Fernando Henrique Cardoso...
haverá de ter para 
todos nós 
um lugar, diante 
de toda crise..
onde até a 
alma sofre 
nas trapalhadas do 
governo.
Um especial..
belo papo desabafo.. 
de excelentes amigos..
e  dois corações sozinhos,
é que posso garantir que foi 
nosso
encontro..

Words
Photo
Rebel