Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

sexta-feira, 10 de março de 2017

Homenagem

Nada se faz, 
com a alma pequena ou adormecida.
O tempo aqui, 
é como a chuva que cai
falo
de lá em Iomerê, 
desgasta tudo, 
lava tudo.
A ambição lá 
é nenhuma a não ser,
money...
...
Talvez por sabermos 
que há coisas bem piores,
a preservação,
que é
a morte 
física 
da memória.
...
O que 
é possível 
fazer 
na cidade 
com a alma pequena ou adormecida, anestesiada 
ou amputada.
Não 
Acredito
que em quem não é daqui,
nunca vão morrer de saudades 
da cidade antiga...
..
Daqui a 
um ano, 
ou dois, 
ou três,
dez... 
nem as 
montanhas 
de Iomerê
ficarão na memória.,,
tamanha devastação...
....
Preservar
tem uma 
dimensão 
que é
transcendente.
Sensações confusas quando vejo tudo da memória
destruído..
Sim desejava
ou 
Queria captar o espírito do tempo 
que passou em nosso tempo...
Recriar o passado 
não é uma tragédia. 
Deixemos isso para homens 
que 
ainda usam a mente 
para o bem.
...
E
se permitir 
a ser original 
em Iomerê  
até fim.
Peço desculpa...
mas 
o passado reescrito não é só
uma homenagem..
é um exercício uma provação,
mas se há a impossibilidade
de reescrevermos o passado, 
só resta
termos que viver com 
as escolhas 
dos outros
e que no presente é sobretudo, 
feito  
com as consequências 
das escolhas 
dos outros.
que nada tem a ver com o lugar.
Mas a história é sempre 
esquemática, 
previsível e quem participa  
da releitura não pode 
sentir originalidade 
na palavra 
homenagem,
Os nossos 
antepassados. merecem ser enaltecidos.
A realidade de Iomerê
sempre me parece
um cenário frio, estreito e árido. 
E, às vezes, quando caminho 
pelas ruas, 
onde vivi grandes alegrias 
e algumas tristezas, penso 
como 
seria bom poder 
revivê-la e ter uma história 
bem escrita e um lugar que ela  
viva para nos amparar...
Um memorial.
Os Americanos adoram memoriais
por isso são o que são. 
Muita gente deveria rir 
ou chorar sem um local 
destinado a memória
mas sem o ombro amigo da 
prefeitura esta 
reinvenção 
ou reconstrução 
da história  da 
cidade não é posssivel.