Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

domingo, 24 de abril de 2016

Love.

O AMOR...
é uma manifestação 
de um desejo inconsciente 
de perpetuar a espécie.
Pois conscientemente 
ninguém 
suportaria carregar 
o fardo pesado 
da “vontade de vida”. 
Ninguém quer admitir 
que 
todas aquelas juras de amor 
não passam de um 
artifício natural,
para garantir 
a sobrevivência 
da espécie, 
isso nos reduz 
a simples marionetes 
ou a criaturas programadas 
para reproduzir. 
A vontade de vida, 
aproxima duas pessoas 
de maneira 
que uma vai encontrar 
na outra aquela característica 
que não possui.
Por exemplo, pessoas altas 
dificilmente irão ter interesse 
por uma pessoa da mesma 
estatura, os louros gostam 
das morenas, 
cada homem desejará 
ardentemente e preferirá 
as criaturas mais belas, 
porque nestas está impresso 
o tipo mais puro da espécie.
Portanto, 
a busca zelosa 
e apaixonada 
pela beleza, 
não se refere 
ao gosto pessoal 
de quem procede, 
mas ao fim verdadeiro, 
o novo ser, 
que tem que conservar 
o tipo da espécie da 
maneira mais pura possível.
Os homens são inclinados 
a inconstância no amor 
e a mulher a constância.
O amor do homem diminui 
sensivelmente 
depois de satisfeito, 
isso não significa que não 
irá ter interesse 
por outras mulheres, 
se trata apenas 
de um artifício natural 
para que o homem procure 
outras parceiras.
Isso explica o sentimento 
de decepção que muitos 
experimentam depois 
que o gozo é obtido.
O que está em jogo 
é a permanência 
da espécie no planeta.
É dessa maneira 
que a natureza 
seleciona 
as características 
dos indivíduos 
que vão nascer.
é que dizia..
Arthur Schopenhauer...
sobre..
o amor...
mas
Mas a rosa 
continua
sendo..,
símbolo 
do amor..
da paixão...
da sedução..