Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Escuridâo.

Uma das  frases que leio..
o governo acabou,
é como, 
às vezes,
é pouco prático ouvir isso,
vamos ser inteligentes...
é que  o governo acha que não acabou, 
mas não é assim
e parte do Brasil que pensa que acabou...
Eis algo que nós deveríamos meditar".
Da impossibilidade dos
governistas no poder..
de cuidar do Brasil..
sem fazerem mudanças estruturais..
administrando...
virou roubalheira,
com o dia..a dia..
e pouco ataque
aos entraves estruturais
As mudanças é  algo fragmentário,
improvisado e circunstancial.
Não se baseia na adoção de
reformas institucionais,
mas na gestão cotidiana
sem tocar
nos problemas de longa data.
Exemplo...
Os bancos estatais
tornaram-se
instrumentos centrais
de política e crédito...e de instrumentação..politica, 
sim mas os bancos são de todos.
O Estado intervém, mas quando
o setor privado recusa as condições
oficiais para certos projetos...
acaba a  esperança no governo.
É o caso das estatais em obras
Das usinas elétricas,
banda larga ou produção de combustíveis
e biocombustíveis, há uma regulação muito forte
desses mercados.
Tudo isso ou
as novidades do atual governo 
são insuficientes.
O governo no pior, é míope 
no longo prazo.
Sem enfrentar os entraves estruturais,
a mudança de curso ..
do Brasil

lembro-me sempre de ouvir explicações
da mesma natureza, ao governo do PSDB.
Há uma inépcia do governo..
de ver o óbvio,
a saber,
A prioridade política
e definidor da pauta do debate político.
deveria lançar luz
sobre a estupidez que o governo trata 
da inteligência dos Brasileiros...
inutilidade dos  cérebros..
para planejar o pais melhor..
A classe politica
é sempre a última a ver o abismo...
que nos meteram
e não vê  que é quem precisa organizar o pais.
Gente o Brasil que pensa que tem
inteligência...
e não para..
diferente da foto,
só há escuridão no horizonte do Brasil hoje..

Mais uma vez, manifestações...
eis  o tom das vozes e o teor das falas. 
Houve até quem ameaçasse fazer barricadas nas ruas.
Falas, faixas, todas,
insatisfação contra a corrupção 
e a mentira..nas relações de poder.
Há o clamor por mudanças.
É o uso perverso da máxima..
crise é sinônimo de oportunidade,
do estrago..
uso do espaço institucional para proteger pessoas e grupos..políticos
e a instabilidade política, social 
e econômica, e gera revolta.
As manifestações são legítimas 
e o termômetro da crise política. 
Um país que se eleva, pois se leva a sério..
Um novo tempo..espero...de luz.