Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

My Own Country.

No mundo imperfeito..
Estou em meu próprio pais,
Não acho que a felicidade 
está doutro lado do oceano, ou nos EUA.
Pessoas educadas sabem que a felicidade..
é algo a ser guardado com 
muitas chaves..
Acho que... 
quem é feliz..
as pessoas notam..
não precisam mostrar..
Eu não acho a Europa o máximo.
Quem conhece..
sabe que não é tudo lindo por lá..
e sabe que os europeus são..
claro nem todos, 
mas tem os que são arrogantes, 
metidos, preconceituosos 
e exploradores e
 pensam, que são..
os mais felizes..
Uns..
Vivem  e escrevam jurando 
que são legais.. 
que os direitos humanos 
são respeitados...
porem é sabido, ninguém 
pode ajuizar sobre sua própria virtude.
Acredito na "crítica e no consciente", 
mas todo mundo que se acha legal 
por definição é um mentiroso.
Eles vem aqui e acham nossas 
mulheres fáceis e doces, 
coisa rara nas mulheres europeias 
de hoje em dia, que a cada dia 
se tornam mais chatas, competitivas 
e estéreis, porque para eles mulheres  
aqui é fácil porque é subdesenvolvida.
Sobre o Brasil..
tudo é tão inútil
desastre inútil..
não nos preparamos para depois, 
da crise
não há nada que não 
saibamos 
sobre nós mesmos.
Apenas sei que o desgaste 
da crise, 
para nada vai adiantar,
Não aprendemos nada,
com isso.
vamos continuar  
com os mesmos erros
na mesma
pois nada, 
tem sido feito 
para melhorar o pais,
como legislação etc,
nesses tempos de crise.
A elite brasileira é brega..
tem jeito de elite de colônia.
E horrorosa na sua ignorância 
"luxuosa".
Aqui, ostentação é destino.
Aqui pessoas educadas sabem que a felicidade,seja lá no que for... 
deve ser guardada a sete chaves.
Só gente brega "mostra" que é feliz...e cultuar..coisas..por que 
são caros é comum entre nós.
Claro..não estou posando de "culto e crítico"
Não acha que não há injustiças sociais demais aqui..
Tem muita gente ganhando muito dinheiro ao longo da história à custa das injustiças sociais 
dos outros.
Então injustiça no mundo só..
há de todos os lados..
A riqueza cultural europeia é óbvia,
e não é de agora.. se deve em grande parte às injustiças sociais europeias do passado e não ao seu "estado de bem-estar social" atual.
Uma grande falácia é supor 
que injustiça social 
e riqueza cultural sejam excludentes, 
pelo contrário. 
Ou que justiça social produza.. 
necessariamente originalidade 
intelectual.
REBEL 234