Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Repetir o Presente

Uma longa 

exaustiva 
análise vem à mente. 
Acima de tudo
é mais 
dúvida, 
depois 
da eleição...
Repetir 
o presente..
quando 
este presente,
o day after,
é nebuloso...
e cinzento.
.....

derrota 
de grupos 
políticos 
na 
situação.
nos 
municípios
vizinhos 
citados 
na operação 
Patrola, 
é alentador
menos aqui,
e este 
fato 
se junta 
a uma 
reflexão 
sobre 
as urnas.. 
sua 
manifestação.. 
e uma 
sensação que 
causa estranheza, 
tudo que 
se passou nos  
últimos quatro anos...
Mudar Iomerê.. 
Uma longa 
e exaustiva 
análise 
e a dúvida, 
depois da eleição 
na viagem 
de carro para casa...
Aquilo que aconteceu,
o resultado
era 
a expressão sincera  
ou só algo 
manipulado 
pela atual gestão 
no voto de alguns 
forasteiros, 
mas acim de tudo,
uma pergunta ,
que me
tocou profundamente...
no outubro de 2016.
Naquele momento, 
soube que o dia 
acabava assim
e faria algo dedicado 
a ela..
nossa candidata..
um agradecimento 
pela guerreira.
Muito do que escrever..
pensava nas motivações 
que deram vida nova ao velho,
ao atual, ao repetir 
o presente desalentador...
Vários dos motivos 
a  mais em frente, 
é cuidar da vida..
por dias
e que podem
ou
se durar
anos e  4 anos é demais...
Agora é recente 
a história da derrota.. 
e quem 
sofre muito...
vai à ponto de evitar 
visitas ao lugar.
Os dramas, 
as perdas 
e os danos inerentes 
às relações 
das pessoas 
interessam..
Remoer uma perda.. 
é uma reflexão das 
mais dolorosas..
A vida nos últimos anos, 
um telefonema para ela, 
até saber da suas convicções, 
mas já  sabia não existir, 
outra chance  senão a justiça...
que vem agora desvendar 
tudo que está nebuloso e 
imerso no atual .
Detalhes da 
vida da cidade 
vão brotando...
O trabalho..
contínua, mas há algo 
que me tomou os últimos 
traços de  vigor.
Há nisso também 
uma reflexão 
sobre os momentos  
que atravessei 
no último ano.
Nós vivemos hoje 
reconhecidamente 
em piores 
condições, 
que há 4 anos...
Exceto a praça 
o governo anterior, 
foi bom...
e agora...por oora,
só há
rua sem saída.