Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Rosa pequena, pequena Rosa.

Não eram belos,
todos  lugares... 
Não eram belas,
todas pessoas...
Seu olhos escuros, 
médios,
o rosto proporcional..
dos lábios 
carnudos,
na mulher 
Jovem
com a Rosa..
na mão...
da beleza 
transgressora,
em tudo,
podia ser 
apreciada,
do alto,
até os pés,
pequenos atos,
no canto  da boca
delineava que há 
na experiência humana..
algo liberal e muito excitante,
resumia com a extravagância,
o erótico,
o sensual
todo o belo humano, 
aspectos insuspeitos de alguém
em que refletia na condição humana...
Mais adiante, 
sem vestido nenhum..
a nudez, 
o prazer,
o olhar do pecado...
além....
de tudo sentia, 
só do rosto, 
como tentasse extrair 
em meu olhar alguma confissão,
por..
estar neste ar tão intimo..
era como a atitude fazia chegar, fundir..
ou ficar o mais perto possível..como na fotografia..
um foco fechado..
buscava aquilo de mais 
humano há nas pessoas..  
Sempre há este lado 
a quem se dispõem a ver..
depois de olhares,
belas palavras...
amar,
rosa pequena pequena rosa 
com  dia o poeta...
Neruda.
Sim amar nos enriquece 
a vida interior...
belo o lugar..
bela a  pessoa.
Homens,
nunca imaginei que
seria um homem imperfeito..
Via mulheres com rugas 
e marcas de expressão 
exacerbadas, 
a pele como espécie 
de histórico sulcado 
de vidas, nada fáceis.
Mulheres..
representam 
a beleza do mundo,
e nada   de hoje 
no mundo acho belo,
comparando, com 
o que foi outrora...
Acho que o mundo 
de hoje tem um 
lado excêntrico,
anda fora da realidade.
As pessoas exigem a perfeição..
Mas é a realidade 
que grassa nas ruas..
continua imperfeita. 
Eu  sempre tive  um tanto  
de fascínio,
pela textura da pele, 
pelas curvas das mulheres..
ver o pôr do sol 
se por diante das curvas 
das montanhas..
acho que procuro 
a beleza da natureza 
e  humana por 
todas as bandas.
Meu olhar dá um certo..
alivio nas pessoas, 
procuro dar a sensação,
de ver a beleza em cada poro..
de cada clique ou shot, 
se algo de ter examinado 
até o último poro...
Olhava
Jovem com Rosas.. 
de Lucian Freud
o retrato de sua primeira mulher, 
Kitty, 
em sua tela expressionista, 
seus olhos enormes e o rosto também 
anguloso e desproporcional...
algo...belo  da rosa 
na tela da mulher imperfeita.
Sei que sempre o olhar.. 
será algo confessional, de algo,
que em palavras não são suficientes.
Filosofia e a psicanálise... 
sempre me seduziram...
então em tudo,
tem sempre   algo de filosofia..
socrática,  em quem se dispõem a ver...ler.
Freud criou a psicanálise 
e ela nos enriquece a cada momento a vida interior...
Essas tênues sombras del anoitecer...
Eu vivo atrás daquelas sombras tênues 
do anoitecer ...
e  da possibilidade de se 
perder na escuridão.
Olhar algumas fotografias..
tem e só ver por trás que 
há sempre algo..de sonho, 
de Freud  
ajuda a decifrar 
os mecanismos da nossa mente.
Freud mudou nosso modo de pensar....
uma luz na escuridão, 
foi Freud que viu o homem 
e o mundo de forma diferente..
A fotografia  e caminhos em Iomerê.
Photos
Words.
Rebel.