Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Enjoy the Little Things

Viver é 
se envolver 
com pessoas....
e a força de tudo 
esta 
nas pequenas coisas,
aprecie as pequenas coisas, 
os detalhes.
Se passa o tempo,
e achamos 
que detalhes 
ou 
pequenas
coisas 
dispensáveis,
É difícil de explicar
depois de tudo,
como que 
isso acontece.
...
Mas a melhor coisa a fazer,
é dizer a
Verdade
e pode-se escrever isso
senão vai soar ou será falso...
Muito da vida 
poderia continuar 
se,
na vida que nos envolvemos
ou
nos relacionamentos,
as bocas continuassem,
com belas palavras 
e atos 
com
frases simples,
ei, 
você está bonita..
ou...
é importante 
tudo que você faz pra mim..
Como tudo se precisa 
de manutenções regulares. 
E manter,
nada mais é que
ser capaz de dizer
e de ouvir coisas 
aparentemente desgastadas.
Nenhuma prática leva à perfeição.
mas podemos ter eficácia à mão.
Ninguém pode 
ser eficaz de fato em algo
senão se dedicar àquilo 
de corpo e alma.
Errar. 
se
Erra e feio, 
E, se erra,
é nossa imperfeição.
Uma busca incessante 
por novidades
o anseio incontrolável
pelo novo
ou 
novidades muitas vezes 
nos leva 
ao total esquecimento 
daquilo que é essencial..
coisas simples.
A saudação de bom dia, 
o agradecimento, 
o elogio, 
as demonstrações 
de apoio 
e de afeto fazem parte 
de um ritual simples 
e complexo 
ao mesmo tempo. 
Renegar isso
é antecipar a cerimônia 
de adeus. 
Reforçar os laços é mais 
do que ir 
ao cinema ou 
ao restaurante juntos. 
É também restabelecer 
um bom diálogo, 
e o prazer da companhia 
através da palavra, 
da conversa 
mesmo que banal.
A intimidade se quebra 
quando não há conversa. 
Mesmo a intimidade dos corpos 
é afetada com a distância verbal. 
Não há tesão que resista 
à degeneração do diálogo. 
Ainda é e sempre será importante 
não reprimir o impulso de falar 
com o outro 
com um brilho no olhar, 
com o sabor do beijo, 
com a sensação confortável 
de uma mão aquecendo 
a outra 
numa noite fria 
numa volta pra casa 
num o prazer de dividir 
um cobertor 
no sofá em tarde de chuva.
O declínio do afeto 
começa no desprezo 
pelas coisas pequenas. 
O silêncio só vira ouro 
quando a palavra 
que escolhemos 
não for de chumbo. 
sempre devemos ser 
leves e livres,
cada sílaba, 
cada detalhe
que
importam 
quando 
compartilhado.