Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Rain's Day.

Mesmice..
Quer continuar 
repita tudo..
todas mesmas coisas 
ou até algumas que nem
sempre faz.
Liberte-se
se
não há 
nada que 
o acorrente.
Tem gente 
que tem
uma
certa razão...
se preocupando 
com a mesmice...
Escrevo, 
mas com
uma
sensação de
repetição..
ou
coisa parecida, 
Mas 
é difícil 
fugir da mesmice.
Só os gênios são originais...
Todo dia,
ou
na maior parte do tempo,
tudo 
é repetição.
Chove hoje...
choveu ontem...
vai chover ainda..
Ela  essencial
mas pode se tornar especial 
quando emociona 
e surpreende...
Será difícil também 
para qualquer um
e a mim, 
as vezes 
sair da mesmice...
Na vida,
no blog, 
repetição não..
mas uma corrente 
na chuva 
me salvou..

cotidiano 
respira banalidade...
é 
que muita gente não percebe 
no ordinário, o fútil 
que nos envolve...
Mas mudar isso 
só algo quente..
criativo.
O amor é romântico 
com a chuva.
Eu acredito no amor 
assim ouvindo pingos
da chuva..
é romântico demais.
Sim, e não 
Amor
não 
é só
o amor no sentido 
do que dá "liga"
ou
no convívio de longa duração
falo
do amor romântico, 
e os dois acabam 
de se descobrirem
ainda
não são "metades".
O amor no sentido 
de "liga" 
é cristão...
mas todos amores perseguem
doação, 
esforço cotidiano, 
construção 
de vínculos.
O amor se
é quente...
ou
um vulcão....
vale a pena
sacode,
tem a cor desta flor..
Uns 
pingos  
mais
e
mais 
é
serotonina...
ou 
imipramina, 
no meu dia..
Boas perspectivas, 
um dia de chuva,
assim é a chuva, 
ela
importa
ao cérebro 
acende 
quando  
ele acende

nos excitamos..
O clima do amor 
em dias de chuva,
é terno..
isso não 
é uma invenção
Os neurônios, 
respondem bem
neste clima.
Amar é algo 
que acomete 
o pensamento...
o corpo..
é controlável
ou incontrolável...
que tal
penetrar nos mistérios 
da pessoa amada, 
num dia de chuva..
Formas, 
corpo, 
hábitos,
inspiração,
que invadem, 
o coração humano
mais sensível..
Num dia assim,
este estado 
que tal
abraçar, 
conversar, 
beijar 

deitar-se 
se conseguir..
mas
plenamente..
essa coisa de tempo
não 
é essencial 
mas mexe 
na dinâmica 
do desejo. 
Corpo e alma 
estremecem.
O amor num 
dia de chuva 
é humano...
tem 
a ver com felicidade...
é momentâneo 
até que dure.
Por isso a
sugestão de mudar 
o cotidiano.
Por isso,
a
chuva
muda 

cotidiano. 
Sem 
banalidade e monotonia, 
tudo 
nos move,
é 
um antidoto da
acomodação dos afetos..
faz 
vibrar
nossas vidas...