Rebel: Imagens, palavras..minha essência... um amigo da natureza

Rebel

LOOKING IN WINDOW


R.E.B.E.L - Most View- - Week- Top Ten

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Enjoy It.


Anoitece,
Amanhece.
Estranho este tempo.
Cada dia 
menos tempo.
Se nada vai acontecer,
continuo,
neste dia de chuva.











Fico submerso, mas como
Vítima do tempo,
escrevo,
são apenas alguns minutos,
para postar que decidi,
de 
alguém alguém no tempo 

Se nos vai,
eis o tempo,
neste momento.
É tudo como,
via a vida
verei a vida,
 
vi a vida.
Espero,
mas sempre
 
preparo
 
sempre
 
meu por vir,
ou o
 
futuro .
Num lento caminhar.
sabemos que tudo é só
 
presente
 
e passado.
Inconscientemente,
 
fazemos o instantâneo
e o passado inexorável.
Desperto,
cada manhã,
no tempo
 
imperfeito.
Não vou falar em demasiada,
não vale a pena,
cada tempo
que passa,
tem espaços,
dentro de si,
um cercado
 
um preso,
 
procurando
libertação
onde,
nem sempre
 
a gente consegue
 
mas entramos noutros,
livres
 
outras vezes soltos,
ou demais afastados.
Que tal aproximarmos.
da ideia brilhante,
do momento incomum,
estúpido
que guardamos,
enfim espaços e momentos
 
que tem,
nossa
essência,
nosso instinto,
 
nosso ser.
A única maneira,
de nos acercar de tudo,
é pensar,
 
nas sensações,
nas músicas,
nos encontros,
nas coisas,
no dia bom
 
no dia difícil,
 
no tempo que passa.
Não sei quanto tempo tenho.
mas devo tirar partido
 
do efêmero presente.
 
aproveito cada momento,
 
descobrindo
 
a dimensão desconhecida
 
do aqui e o agora,
Celebre,
na coleção de vivências,
 
memórias,
 
emoções,
 
imagens e pensamentos.
Do tempo que se vai,
que chamaremos,
passado. 
Passado, 
Presente, 
Futuro
que temos
do tempo 
da dimensão distorcida.




Esquecemos 
do acesso pequeno,
do muito, 

que se foi,
de nossa história 

do muito excluído.
Preocupa o presente,
 
incrivelmente 

constantemente,
o futuro.

Escrevo passagens 
do que sinto.
Não sei quanto tempo,
foi o bastante para postar.
Cada momento muda,
mudou
mudei.
Continuamente 
estranho tempo,
e longo sonho


Ser,
Serei..
É tanto ser,
É tanto serei..
Assisto à passagem,
do suficiente tempo
num dia de chuva..
Vendo a chuva cair sou
mais capaz de
sentir,
onde estou
Cada minuto cada segundo,
Como páginas, de mim.
Segue o tempo
do que sinto..
Do sentir...
vai o tempo.
Confesso,
que vivo assim...
No lento tempo,
aproveitemos todo tempo.